Aït Benhaddou

Chegamos finalmente a Aït-Benhaddou, antes de visitarmos este Kasbah, fizemos uma paragem num restaurante local, com uma decoração tipicamente marroquina, e saboreamos um delicioso almoço (e caro, para os padrões do pais).

DSCN7036DSCN7033DSCN7046DSCN7042IMG_6415DSCN7060
O Kasbah encontra-se na margem do rio. Para acedermos à Kashab de Aït-Benhaddou, temos que atravessar o rio a pé. Para facilitar a travessia foram colocados sacos de areia e pedras, de uma margem do rio à outra, de forma a formarem um caminho.

IMG_6431

Assim que começamos a pular sobre as pedras e os sacos apareceram diversas crianças, a insistirem que lhes déssemos as mãos para ajudar na travessia, claro que essa pequena ajuda tem que ser recompensada com umas moedas… Confesso que a ajuda só me atrapalhou e não conseguia equilibrar-me, por isso, decidi fazer a travessia sem ajuda…

Canon_ Ricardo

Para visitar o interior do Kashab é necessário pagar 10 Dirhams (cerca de 1€).

Alguns forretas que viajaram comigo, começaram a estrebuchar quando foi solicitado dinheiro à entrada, mas deram o braço a torcer e viram que o dinheiro investido valeu a pena, assim que começaram a percorrer aquelas ruas estreitas e labirínticas…

Entrar em Aït-Benhaddou é como ter entrado numa máquina do tempo…

DSCN7070

DSCN7077

Nesta zona de Marrocos existem centenas de Kasbahs, mas o de Aït Benhaddou destaca-se não só pela sua beleza e localização, numa colina à beira do rio, como pelo seu passado histórico. O Aït Benhaddou situa-se na antiga rota de caravanas entre o Sahara e Marraquexe.

Foi fundado em 757 e é património da humanidade pela UNESCO, desde 1987.

DSCN7137

Canon_ Ricardo (2)

Photo by Ricardo Furtado

Canon_ Ricardo (6)

Photo by Ricardo Furtado

A cidade é toda construída por tijolos de terra que são secos ao sol. A maioria dos habitantes da cidade vive numa aldeia no outro lado do rio, de forma a beneficiarem de melhores condições de habitação, como electricidade e água corrente.

Canon_ Ricardo (4)

Photo by Ricardo Furtado

Apesar de estar praticamente desabitada, durante o dia é bastante explorada, através do comércio, onde é possível encontrarmos diversas tapeçarias e artesanato local.

Canon_ Ricardo (3)

Photo by Ricardo Furtado

DSCN7083

DSCN7123

A subida até ao topo foi um pouco cansativa, e com o calor que se fazia sentir, ainda se tornou pior… Mas as vistas que se obtêm lá de cima recompensam, completamente, o esforço 🙂

DSCN7118Sabem aqueles lugares que não conseguimos parar de tirar fotografias, por terem paisagens tão deslumbrantes que tentamos registar todos os pormenores que vimos? Isso aconteceu-me aqui! Foi difícil não estar sempre a disparar a máquina fotográfica 🙂

Canon_ Ricardo (5)

Photo by Ricardo Furtado

IMG_6459

DSCN7102

DSCN7104DSCN7106

Não é de admirar que Hollywood tenha escolhido este cenário para filmar vários filmes famosos, tais como, A jóia do Nilo, Indiana Jones, Gladiador, Príncipe da Pérsia, Cleópatra e mais recentemente, a série Guerra dos Tronos.

DSCN7122Além da paisagem fantástica, as produtoras americanas são atraídas pelos custos baixos da região.

DSCN7129

Este, foi um dos locais que mais gostei de conhecer em Marrocos.