Mercados de Natal em Hamburgo

A principal razão que nos levou a Hamburgo foi os seus mercados de natal. E apesar de a cidade nos ter surpreendido bastante e termos conseguido conhecer muito de Hamburgo, também passamos bastante tempo nos mercados de natal. Estes foram os que visitámos:

  • Rathausmarkt

O principal e maior mercado de natal fica em frente à Rathaus e é um dos mais famosos e respeitáveis mercados de natal da Alemanha.

DSCN4358

Mas também não é difícil perceber porquê. Toda a envolvência das barraquinhas do mercado e, como pano de fundo, o lindíssimo edifício do Rathaus tornam este cenário lindíssimo.

DSCN4498

Assim que entramos num mercado os nossos sentidos são logo despertados com o cheiro dos frutos secos caramelizados, das típicas salsichas e do popular Glühwein (vinho quente).

IMG_4467

Estes vinhos são servidos em canecas decoradas com motivos de natal e com o nome do respectivo mercado, por isso, todos os mercados têm um caneca diferente. Eu costumo ficar com as canecas, como souvenir. Nesta viagem trouxe duas, uma deste mercado outra da cidade de Lüneburg 🙂 Ao comprarmos a bebida temos que pagar uma pequena caução (cerca de 3€), e ao entregarmos a caneca devolvem-nos o dinheiro da caução. Como fiquei com a caneca fiquei sem esse dinheiro, mas quero fazer uma colecção dos diferentes mercados de natal que já fui. Já tenho 4! 🙂

DSCN4511

Uma das grande atracções deste mercado de natal é o pai natal no seu trenó que sobrevoa o mercado (através de um cabo de aço de 100 metros). Quando assistimos já era de noite e praticamente não se via o cabo. Dava mesmo a sensação que o trenó estava a voar sobre as nossas cabeças. Imagino que as crianças delirem com este espectáculo, pois eu fiquei toda derretida a assistir aquilo…

O pai natal vai visitar o mercado diariamente, às 16h, 18h e 20 h.

 

 

Uma das barraquinhas com mais movimento neste mercado é a da Käthe Wohlfahrt, uma loja especialista em decorações e artigos de Natal. Até fazem filas para lá entrar, mas vale muito a pena a espera!! A loja é uma tentação para os amantes do Natal, com artigos lindissímos, desde enfeites para a árvore de natal a presépios. O díficil mesmo é não comprar nada por aqui… Até o Sérgio que não liga nada ao Natal, andava todo contentinho a ver os artigos da loja :p

IMG_4728

  • Mercado de Natal em Gerhard-Hauptmannplatz

Este mercado de natal vai da Hauptbahnof (estação central de comboios) até à Rathaus, passando pela principal rua comercial da cidade, a Mönckebergstrasse.

DSCN4536

É uma área enorme, cheia de barraquinhas a fazer as delícias de miúdos e graúdos 🙂

IMG_4271

IMG_4290

Neste mercado existe um espaço que gostamos bastante, a Winterwald, uma zona onde parecia que tínhamos sido transportados para o meio de uma floresta, pois estava recheada de pinheiros e outros arbustos. Um recanto mágico e super acolhedor.

IMG_4282

Como passamos por aqui, durante o dia e durante a noite, conseguimos ver a diferença e a dinâmica que os mercados ganham a partir do final da tarde. Durante o dia estava praticamente vazia mas, durante a noite, quase que não conseguíamos caminhar sem dar um encontrão a alguém…

IMG_4274

E não é só de turistas que estes mercados de natal estão cheios. Na realidade, os locais são a grande maioria. Saem do trabalho e vão conviver com amigos e/ou familiares, beber um vinho quente, fazer compras de natal… É um espectáculo ver todo aquele convívio e alegria e isso é contagiante! É impossível estarmos tristes enquanto estamos num mercado de Natal.

DSCN4311

DSCN4315

  • Magia Branca em Jungfernstieg

Este mercado distingue-se dos outros por ser formado só com barracas e luzes brancas. Situa-se na avenida de luxo em Hamburgo, onde se encontram muitas lojas exclusivas.

DSCN4327

As barracas estão nas margens do Lago Alster e fazia mesmo muito frio quando lá fomos, por isso, estivemos pouco tempo por lá…

  • Mercado de St. Petri

As barracas colocadas à volta do igreja mais antiga da cidade, fazem este mercado ser bastante acolhedor.

IMG_4448

IMG_4453

Tivemos pouco tempo por aqui, foi mesmo só de passagem.

  • Reeperbahn

Nesta conhecida rua de Hamburgo, famosa por aqui se encontrar o Red Light District, também existe um mercado de Natal.

DSCN4971

Nem éramos para vir aqui, mas como ainda faltavam algumas horas para o nosso voo, decidimos dar aqui um pulinho. E ainda bem que o fizemos, pois foi o mercado que mais nos surpreendeu, principalmente por ser tão diferente do que estamos habituados.

IMG_4860

É um mercado de natal normal, mas a grande diferença está nas suas decorações mais viradas para o erotismo e nos artigos pouco convencionais que encontramos à venda. Aqui podemos encontrar vários artigos eróticos com decoração de natal.

DSCN4977

IMG_4862

Numa área fechada, numa extremidade do mercado e apenas acessível a adultos, existe uma tenda onde é possível assistir a shows de striptease.

IMG_4866

Estes são só alguns dos mercados de natal que a cidade de Hamburgo oferece, existem muitos mais. Mas claro, que com apenas 3 dias era-nos impossível percorrer todos e também conhecer minimamente a cidade.

Podem consultar este site para conferirem as datas, detalhes e localização dos mercados.

Geralmente todos os mercado de natal funcionam das 10 da manhã às 9 da noite e, às sextas, sábados e domingos, prolongam-se até às 10 da noite.

Nem que seja apenas uma vez na vida tem que mercado de natal! É mesmo uma experiência única e encantadora, por momentos voltamos a ser crianças e vivemos a magia do natal como tal.

U-434: Museu Submarino Russo

Quando soubemos que em Hamburgo era possível visitar o interior de um submarino não quisemos perder essa oportunidade.

O U-434 é um submarino espião russo construído em 1976 e possui mais de 90 metros de comprimento. Sendo um dos maiores submarinos não nucleares do mundo, esteve ao serviço da marinha Russa até Abril de 2002.

Actualmente é possível entrar e visitar este submarino que se encontra em St. Pauli, em Hamburgo, muito próximo ao tradicional mercado de peixe.

Os bilhetes para visitar este museu são adquiridos na loja de souvenirs mesmo em frente ao submarino. Por não sabermos a sua localização exacta (pois não consegui encontrar no gps do tlm), andamos algum tempo à procura do mesmo. Uma coisa tínhamos certeza, tinha que estar dentro de água! Por isso, fomos caminhando sempre perto do mar e finalmente vimos a loja… Mas está um pouco mal sinalizada e pode passar despercebida aos mais distraídos.

Com os bilhetes comprados lá entramos no submarino!

Só estando lá dentro é que temos uma pequena noção do que é viver num espaço tão reduzido!

Os espaços são muito apertados e a grande maioria é ocupada por centenas de tubos, válvulas e torpedos. E, no meio dessa confusão, existem pequenos espaços onde a tripulação dormia, fazia as refeições ou cuidava da sua higiene diária. As condições são muito precárias, mesmo para as tarefas mais básicas…

A tripulação era constituída por 84 militares, divididos em 16 oficiais, 16 suboficiais e até 52 marinheiros. Sinceramente é-me muito difícil imaginar tantas pessoas em espaços tão reduzidos. Devia ser mesmo muito complicado viver tanto tempo nestas condições.

Havia uma cama de beliche para cada três membros da tripulação, pelo que as mesmas estavam constantemente ocupadas. Apenas os oficiais tinham outras regalias e tinham a sua própria cama.

O tempo máximo que o submarino podia estar submerso com a totalidade da tripulação era de aproximadamente três dias. Depois disso, o submarino teria que emergir pelo menos até a profundidade do periscópio para conseguir reabastecer-se de ar.

Para quem sofre de claustrofobia, não é aconselhável visitar um submarino! Eu não gosto de estar muito tempo em espaços pequenos e, no final, já estava a ficar um pouco aflita  por nunca mais ver a saída.

Também devem levar roupas confortáveis, pois a passagem de um compartimento para outro é feita através de pequenas escotilhas.

No interior do submarino não existe muita informação disponível ao visitante. Nós tínhamos um flyer que nos forneceram com a aquisição do bilhete, onde estavam várias especificações técnicas e dessa forma não nos sentimos muito à “nora” durante a visita.

Acho que existe a possibilidade de alugar um áudio-guia, mas só está disponível em alemão e russo…

O site está todo em alemão e tive alguma dificuldade em conseguir várias informações, desde horários a preços…

Morada: St. Pauli Fischmarkt 10, Hamburgo

Horário: Segunda a Sábado 09 às 20 hrs / Domingo 11 às 20 hrs

Preço: Adultos 9€ / Crianças (6-12 anos) 6€

Site: www.u-434.de

Museu Marítimo Internacional de Hamburgo

Sendo Hamburgo uma cidade totalmente virada para o mar e possuindo o segundo maior porto da Europa, faz todo o sentido o Museu Marítimo Internacional ser nesta cidade.

Museu Maritimo (4)A origem deste museu parte da paixão de um homem pela navegação.

Aos seis anos de idade, Peter Tamm recebeu da sua mãe uma miniatura de um barco a motor e ficou encantado com esse presente. Desde essa altura começou a dedicar-se a coleccionar tudo o que estava relacionado com a navegação, tendo transportando esse hobby para a idade adulta.

Com o passar do tempo, Tamm acumulou 36 mil miniaturas de navios, 5 mil pinturas, gravuras e mapas, 500 mil fotos, 120 mil livros e variados instrumentos de navegação e outros objectos originais.

O seu sonho de construir um museu começou a ganhar forma em 2004, quando a administração de Hamburgo concedeu 30 milhões de euros à fundação Tamm e permitiu o uso gratuito, por 99 anos, de um dos prédios históricos em Speicherstadt.

IMG_4369

O armazém, antigamente usado como depósito de café e chá, foi completamente restaurado e cada um dos 10 andares tornou-se num mundo temático.

A colecção é tão extensa e impressionante, que mesmo quem não é muito apreciador ou entendido no assunto, consegue encantar-se com tanta história e detalhes que o local tem para oferecer.

O museu possui 10 andares, sendo o último reservado a eventos. Cada andar é dedicado a um tema diferente. Existe um elevador no edifício que nos pode levar ao andar que quisermos. Nós começamos pelo primeiro andar e fomos subindo as escadas até chegarmos ao nono andar.

O primeiro andar é dedicado aos descobrimentos e foi um dos meus preferidos. Aqui encontramos sete bustos dos maiores navegadores da história e três deles são portugueses: Vasco da Gama, Bartolomeu Dias e Fernão Magalhães.

IMG_4374

 

Neste andar também podemos encontrar instrumentos de navegação, uma construção em Lego do Queen Marry 2, com 7 metros de comprimento e onde foram utilizadas mais de 700 mil peças e um simulador de navegação.

Museu Maritimo (2)

DSCN4427

O segundo andar é dedicado à navegação à vela, onde podemos encontrar um Trirreme (antiga embarcação grega), navios Vikings, Navios de Guerra, entre outros.

Museu Maritimo

No terceiro andar conta-se a história da construção naval, sendo possível perceber a evolução tecnológica da mesma.

Nos andares seguintes podemos encontrar desde miniaturas de embarcações pertencentes a diversas marinhas do mundo (cerca de 40 mil modelos), até réplicas do interior de navios, onde era possível perceber como se vivia a bordo, tanto em cruzeiros como na marinha mercante.

DSCN4430

IMG_4384

É um museu completíssimo sobre tudo o que está relacionado com a vida marítima, sendo necessário dispensar algumas horas para se poder ver tudo o que este edifício oferece. É uma visita a não perder em Hamburgo!

DSCN4448

Informações Úteis:

Morada: Koreastrasse 1, Kaispeicher B

Horário: Segunda a Domingo 10 às 18 Hrs.

Preço: 13€ (Preço de Dez/2016)

Hamburgo

Hamburgo apareceu por acaso no nosso percurso, numa procura de voos baratos para a Alemanha, para visitar os famosos Mercados de Natal do país, dentro das várias hipóteses, a cidade de Hamburgo pareceu-nos a mais indicada  (leia-se: os voos mais baratos que encontramos :p).

Pouco sabíamos ou tínhamos lido sobre Hamburgo, por isso ficamos agradavelmente surpreendidos com esta cidade viva e vibrante.

Hamburgo é a segunda maior cidade da Alemanha, fica localizada nas margens do Rio Alba, e o seu porto é o segundo maior da Europa. O espírito marítimo vive-se por toda a cidade, desde a sua arquitectura ao som das gaivotas, pelo que sabemos que estamos perto do mar.

Apesar do foco principal da viagem serem os mercados de natal, à medida que fui pesquisando mais sobre a cidade vi as inúmeras coisas que a cidade tem para oferecer, por isso, neste post, vou sugerir-lhes alguns locais por onde passamos em Hamburgo e que gostamos bastante.

  • Rathaus

A Câmara Municipal da cidade (Rathaus) fica no coração da cidade. O edifício é lindissimo e domina toda a praça. Como é uma das principais praças da cidade, nesta altura do ano, encontra-se por aqui um enorme mercado de natal.

Quem estiver interessado, é possível fazer visitas guiadas no interior do Rathaus (Preço:4€)

  • Lagos Binnenalster e Aussenaslter 

Estes dois lagos artificiais são uma zona muito bonita em Hamburgo e é um lugar bastante agradável para passear, principalmente na primavera e no verão, pois nesta altura (Dezembro) estava muito frio.

É possível fazer-se passeios de barco através do Lago Binnenalster.

  • Mahnmnal St. Nikolai

Durante a segunda guerra mundial esta igreja foi parcialmente destruída e assim continua. Decidiram mantê-la dessa forma, como um monumento contra a guerra.

É possível subir à sua torre para obter uma vista para a cidade de Hamburgo. Quando lá fomos a torre estava em obras, por isso não conseguimos visitá-la.

  • Rua Deichstrasse

A arquitectura dos prédios desta rua é bastante interessante e muito bonita.

Um grande incêndio eclodiu num beco desta rua, em 1842. Devido a esse facto, actualmente vê-se algumas casas do século 18 restauradas.

  • Warehouse District

É o maior complexo de armazéns do mundo, conhecido como a “cidade dos armazéns” e é um dos símbolos da cidade de Hamburgo. Desde tapetes a café, passando por equipamentos marítimos, podem ser encontrados neste labirinto de enormes armazéns.

Há inúmeros canais nesta zona, existindo mais de 2500 pontes, sendo uma das cidades europeias que mais pontes possui.

Este bairro é considerado Património da Humanidade pela UNESCO.

É muito agradável fazer um passeio por esta zona.

  • Museu Internacional Marítimo

Os aficionados pelo mar vão sentir-se em casa ao visitar este museu. O material exposto no prédio de 10 andares narra a história de 3 mil anos de navegação. É considerado a maior colecção dos tesouros marítimos. (Vou fazer um post mais pormenorizado deste museu).

 

  • O Porto de Hamburgo

Caminhar pela extensão do porto de Hamburgo é um passeio muito aprazível, e se estiver um dia ensolarado torna-se numa caminhada perfeita.

Existem várias áreas onde é possível sentar, para descansar, ou apenas para ficarmos a observar o movimento dos barcos.

DSCN4831

Praça Vasco da Gama, em Hamburgo.

  • U-Boot Museum

Este museu funciona num submarino espião russo, da época da guerra fria. Possui 90,16 metros de comprimento e é um dos maiores submarinos não nucleares do mundo. (Vou fazer um post mais pormenorizado deste museu/submarino.)

 

  • Rua Reeperbahn

Neste rua encontra-se o Red Ligth District de Hamburgo. Mas o que gostamos mesmo desta zona foi o seu mercado de natal super alternativo. Aqui também podemos beber o delicioso  Glühwein (vinho quente), saborear as comidas típicas, mas o que diferencia mesmo é a sua decoração e os presentes eróticos especiais de natal que aqui encontramos. Bem engraçado e bastante diferente dos mercados de natal que estamos habituados 😉

Numa área fechada, numa extremidade do mercado e apenas acessível a adultos, existe uma tenda onde é possível assistir a shows de striptease.

 

Nós ficamos completamente rendidos à cidade e recomendamos muito uma visita a Hamburgo. 🙂