Mercados de Natal em Colónia

Quem me segue há algum tempo já percebeu que adoro o Natal e os seus mercados. É uma época magica e o ambiente que se vive nos mercados consegue retratar na perfeição essa magia e alegria. Passar algum tempo num mercado de Natal, é animação certa! As pessoas estão sempre bem dispostas, há sempre músicas a passar e tudo isso é contagiante! É praticamente impossível estarmos tristes enquanto lá estamos.

Até o Sérgio, que não gosta particularmente desta quadra, já se rendeu! Por isso, temos tentado visitar um mercado todos os anos. Já conhecemos os mercados de Berlim, Hamburgo, Lüneburg, Colónia e Aachen e, de todos, os mais animados foram sem dúvida os de Colónia. Não sei se o facto de a nossa “sobrinha” ter viajado com a gente teve alguma influência nesta opinião, mas era tão maravilhoso vê-la encantada e super sorridente com toda a agitação à sua volta, que nos contagiava essa alegria 🙂

IMG_7296

As datas de abertura dos mercados dependem de lugar para lugar mas, normalmente, começam na última semana de Novembro e terminam no dia 23 de Dezembro. Este ano (2018), os mercados abrem as suas portas a 26 de Novembro e encerram a 23 de Dezembro, mas o melhor é ver o site e consultar as datas de inicio e horários.

Cathedral X-Mas Market

Junto à famosa Catedral, encontra-se um mercado de natal onde se pode admirar o maior Pinheiro com decorações de Natal da região da Renânia, com cerca de 25 metros de altura e de onde saem milhares de LED’s, formando uma tenda de luzes enorme. É lindíssimo passar por lá durante a noite e apreciar todo aquele brilho por cima de nós.

IMG_6886

DSCN6595

DSCN7137

Passei várias vezes por este mercado e explorei-o de uma ponta a outra, principalmente por ter uma localização tão central e por ter sempre muita animação.

Quando a noite cai, o mercado fica completamente a abarrotar e é praticamente impossível transitar normalmente, o que por vezes tornava-se um pouco confuso. Apesar de estar sempre a rebentar pelas costuras, as pessoas que por lá andam estão com espirito natalício em alta e, por isso, não há grandes stresses nem atropelos, para passarem uns por cima dos outros.

IMG_6890

IMG_7327

A quantidade de pessoas que lá circula quando cai a noite.

IMG_5071

IMG_7309

Mas, encontramos um sítio junto ao edifício do Museu Romano-Germânico que, normalmente, estava um pouco mais calmo. Além disso, também tinha um músico que tocava óptimas músicas natalícias, o que contagiava toda a gente! 🙂

DSCN7152

Old Market Christmas

IMG_6905.JPG

É o maior e mais tradicional da cidade, o “Heimat der Heinzel”, ou Casa do Gnomos. Este mercado é enorme, começa na praça em frente ao Rathaus, espalha-se pela Alter Markt e vai descendo até à praça Heumarkt.

IMG_6913

Este mercado é uma homenagem aos gnomos. Existe uma lenda que diz que os Heinzelmännchen (gnomos de casa) realizavam todos os tipos de trabalhos para os habitantes locais de Colónia; Preparavam a comida, costuravam as roupas, consertavam os sapatos… Por isso, neste mercado pode encontrar-se inúmeros gnomos na sua decoração. Todas as ruas têm um tema diferente, mostrando as actividades que eles faziam nas suas guildas.

IMG_6912

DSCN6672

DSCN6770

Neste mercado existe uma pista de patinagem bem grande. Um dos bares encontra-se no 1º andar, mesmo de frente para à pista, o que permite ver em primeiro plano os espalhanços que lá iam acontecendo… :p

DSCN6674

Um dia ainda quero patinar numa pista de gelo num mercado de natal. Que fique bem claro que não sei patinar! Será uma forma de proporcionar boas gargalhadas aos outros quando me  virem a cair, já que o mesmo acontece comigo quando estou a assistir às quedas dos outros. 😛 Mas, ainda não consegui convencer ao Sérgio para ir comigo…já que é para fazer figuras, aos pares é bem mais engraçado,não? Talvez este ano, Sérgio? 😀

Gostei particularmente deste mercado, principalmente pela sua decoração e pelo ambiente que se encontra por lá. Por os vendedores estarem vestidos com trajes adequados à sua profissão e, também, pelas barraquinhas onde podemos ver os artesãos demonstrando as suas habilidades, como por exemplo o ferreiro a moldar o ferro.

IMG_5137

IMG_5149

DSCN6671

Harbour Christmas

Este mercado encontra-se mesmo junto ao museu do chocolate. É um mercado pequeno, mas com um cenário bem pitoresco, com vista para o Rio Reno.

IMG_6932

Angel´s Christmas Market

Na praça Neumarkt encontra-se o Angel´s Christmas Market, o mercado mais antigo de Colónia.

Como o nome indica, a sua decoração centra-se à volta de anjos, desde as barraquinhas até figurantes vestidas a rigor que por lá se passeiam, o que torna o ambiente deste mercado algo muito diferente e encantador.

DSCN6872

DSCN6867

IMG_7051

Enquanto estava a saborear um delicioso vinho quente, vejo uma rapariga vestida de anjo em cima de um cavalo a passear pelo mercado e a distribuir doces pelas crianças… Esta é uma das razões que gosto tanto de visitar os mercados de Natal, por estar constantemente a ser surpreendida enquanto lá estou e, sem estar à espera, momentos como este arrancarem-me um sorriso. É nestas alturas que me sinto abençoada e uma sortuda por conseguir viver estes momentos únicos 🙂DSCN6861

IMG_4275

Aqui também podemos encontrar uma loja da Kathe Wohlfahrt. Não deixem de entrar e deliciem-se com as magnificas decorações de natal 🙂

DSCN6857

Apesar de não ter sido o meu mercado preferido de Colónia, acho que vale muito a pena visitá-lo por ter uma temática tão diferente de outros mercados que já visitei.

Schokoladen Museum – Museu do Chocolate em Colónia

Quem gosta de chocolate, uma visita a este lugar é obrigatória!

DSCN6734

Hans Imhoff (1922-2007), um apaixonado fabricante de chocolates, teve durante muito tempo um sonho; abrir um museu de chocolate e, lá dentro, ter uma fonte de chocolate.
A 31 de Outubro de 1993, após um período de construção de 13 meses, o Museu do Chocolate foi inaugurado. Tornou-se um sucesso na história dos museus alemães, algo que ninguém pensou ser possível. Com cerca de 600.000 visitantes por ano, é a instituição cultural mais frequentada em Colônia.

DSCN6718

Aqui podemos encontrar toda a história do chocolate, desde o seu início até aos produtos contemporâneos e métodos de produção.

DSCN6696

IMG_5167

Logo no início do percurso passamos pela casa tropical. Trata-se de um pedaço de selva dentro do museu. Aqui experimentamos, com todos os sentidos, como se sente o clima na floresta tropical e descobrimos a vida vegetal ao redor do cacaueiro.

DSCN6686

Seguidamente,  encontram-se os moldes, que nos permite ver como as estatuetas de chocolate são produzidas. Aqui descobrimos as etapas necessárias para produzir os coelhinhos da Páscoa, os elefantes ou o Pai Natal em chocolate.

A fonte de chocolate é a marca registada deste museu. Com três metros de altura, é constantemente preenchida com 200 kg de chocolate Lindt fresco. Os deliciosos aromas que dali saem são uma verdadeira tentação e junto à fonte encontra-se uma das mestres chocolateiras a satisfazer a nossa gula… mergulha uma bolacha no chocolate da fonte e vai distribuindo pelos visitantes… Que delícia 😀

DSCN6711

O atelier de chocolate é o departamento criativo do museu e ali podemos criar a nossa própria tablete de chocolate. Escolhemos o tipo de chocolate (branco, leite ou negro), e depois podemos escolher entre vários ingredientes disponíveis, desde frutas secas a gomas. E o melhor de tudo é que podemos assistir à produção da nossa criação.

IMG_5179

No final, passamos pela loja, o que é uma verdadeira tentação! O difícil é sair de lá sem comprar nada… Obviamente que tive que trazer umas recordações! E, quando fui pagar , ainda me ofereceram um chocolate! 😀 Ah, e quando adquirimos o bilhete de entrada, já me tinham oferecido um pequeno chocolate da Lindt. Precisam de mais algum pretexto para visitar este lugar? 😛

IMG_6960

DSCN6720

Morada: Am Schokoladenmuseum 1A

Horário: 10 às 18 Hrs de Segunda a Sexta / 11 às 19 Hrs Fins de Semana e Feriados. Última admissão uma hora antes de fechar.

Preço: 11,50€

Colónia – O que visitar e dicas práticas

Ainda estávamos em pleno verão e eu só pensava no frio e nos mercados de Natal. Depois de procurar várias hipóteses, vi que as viagens para Colónia pela TAP estavam bastante acessíveis e não pensei duas vezes! Estava escolhido o nosso destino para os mercados de Natal deste ano 🙂

Colónia, ou Köln em Alemão, é a quarta maior cidade da Alemanha, depois de Berlim, Hamburgo e Munique. Fundada pelos Romanos, é uma das cidades mais antigas da Alemanha.

IMG_7420

Apesar do foco principal da viagem serem os mercados de Natal, conhecemos vários outros lugares bastante interessantes na cidade. Vou enumerar os que mais gostei de visitar:

  • Catedral de Colônia (Der Kölner Dom)

A principal e mais conhecida atracção da cidade, demorou cerca de 600 anos a ser concluída, entre várias interrupções. Quando finalizada, em 1880, foi considerado o edifício mais alto do mundo, só perdendo esse estatuto quando foi construída a Torre Eiffel, em Paris.

IMG_6991

IMG_5054

Durante a II Guerra Mundial ficou parcialmente destruída, tendo sido alvo de 14 ataques aéreos.

IMG_6841

É a maior catedral da Alemanha e foi declarada património Mundial pela Unesco em 1996. Vale a pena visitar o seu interior, pois é grandioso e a entrada é gratuita.

DSCN6559

DSCN6566

Pode subir-se os 533 degraus da Torre Sul e apreciar a vista, pagando para isso 4€. Nós não o fizemos, pois o tempo esteve sempre de chuva e nublado e não iríamos ver nada com o tempo assim…

DSCN6554

Morada: Kölner Dom – Domkloster

Horário: Novembro – Abril – Igreja 06:00 às 07:30 / Torre: 09:00 às 16 Hrs.

Preço: Igreja Gratuito / Torre 4€

  •  Fischmarkt

Um dos lugares que mais gostei na cidade de Colónia foi a Fischmarkt. É uma pequena praça que se encontra nas margens do Rio Reno, com várias casinhas coloridas. Tem vários restaurantes e bares e imagino que quando faz sol esta praça deve ganhar outra vida, pois deve ser o lugar perfeito para relaxar bebendo uma cerveja e apreciando as vistas para o rio. Aqui também se encontra a igreja “The Great Saint Martin”.

DSCN6752

DSCN6763

DSCN6751

 

  • Ponte Hohenzollernbrücke

A ponte mais famosa da cidade foi destruída em 1945, durante a II Guerra Mundial. Actualmente é utilizada por comboios e pedestres e é a ponte mais movimentada da Alemanha, com mais de 1000 comboios diários.

DSCN6801

Atravesse a ponte para apreciar os milhares de cadeados coloridos de casais apaixonados mas, principalmente, para apreciar a vista mais conhecida da cidade: A ponte em primeiro plano, e a Catedral de Colónia ao fundo.

IMG_7381

IMG_7399

 

  • Alter Market

Nesta adorável praça podemos encontrar vários restaurantes, bares e lojas, sendo a  sua principal atracção o Rathaus. (Câmara Municipal). Como fomos na altura do Natal, esta praça estava completamente transformada, com uma enorme pista de patinagem e várias barraquinhas.

DSCN6772

IMG_5140

  • Museu do Chocolate (Lindt)

Quando soube que Colónia tinha um museu do chocolate, incluí uma visita logo de imediato no itinerário. É uma visita imperdível nesta cidade. (Irei contar mais pormenores do lugar noutro post.)

DSCN6707

Morada: Am Schokoladenmuseum 1A, 50678 Colónia

Horários: De terça a sexta de 10h às 18h / sábado e domingo de 11h às 19h / fechado às segundas.

Preço: 9€

  • Observatório KölnTriangle

No último andar deste prédio existe uma plataforma de acesso público, e daqui temos uma vista panorâmica da cidade. Aliás, daqui temos as melhores vistas da cidade, pelas fotos que vi… Infelizmente não conseguimos visitar devido ao tempo que apanhamos, uma vez que esteve sempre nublado e a chover. Decidimos que não valia a pena subir, pois não iríamos conseguir ver nada… :/  Mas, fica a dica 😉

IMG_7374

Morada: KölnTriangle and KölnTrianglePanorama, Ottoplatz 1

Preço: 3€

Dicas Práticas:

Como ir do aeroporto para o centro da cidade

É bastante fácil, rápido e económico ir do aeroporto de Colónia para o centro da cidade, através do S-Bahn. É só apanhar a linha S13 até Hauptbahnhof, que é a estação central de comboios. O trajecto demora apenas 15 minutos e tem um custo de 2,80€ (preços de Dez. 2017).

Como se deslocar na cidade

Apesar de Colónia ser uma cidade grande, a maior parte das principais atracções turísticas encontram-se muito próximas umas das outras, o que torna muito fácil conhecer a cidade a pé. Como o apartamento que alugamos era muito próximo do centro da cidade, não precisamos de utilizar transportes nas deslocações dentro da cidade. Mas quem decidir utilizá-las, para as suas deslocações, a cidade tem uma rede excelente, com muitas estações de metro (U-Bahn) e comboio (S-Bahn).

Onde guardar as bagagens na cidade

No último dia na cidade, uma vez que tínhamos voo de regresso só ao final da tarde mas tivemos que fazer check-out do apartamento às 11 Hrs da manhã, para não andarmos o resto do dia a carregar as malas, decidimos deixá-las em cacifos.

Na estação central, Köln Hauptbahnhof, existe um sistema de cacifos bem moderno, que nunca tinha visto. Num corredor encontra-se alguns “armários”, e depois de deixarmos as malas, as mesmas não ficam nesse lugar… São automaticamente colocadas num depósito. Por isso não estranhem ver tão poucos cacifos, ou alguém depositar a mala no mesmo espaço onde vocês tinham colocado a vossa.

IMG_7588

As fotos estão com má qualidade, pois foram tiradas com o tlm :/

  • Como Utilizar

É muito fácil de utilizar (se não forem azarados como nós e não lhes acontecer o que nos aconteceu… Já lhes explico no final :p)

1º Inserir as moedas (3€/2 Horas; 6€/24 Horas);

2º Esperar que as portas se abram, automaticamente;

3º Colocar a bagagem (Nós colocamos duas malas de mão e ainda sobrou algum espaço);

4º Pressionar ok;

5º Fechar a porta. A bagagem será armazenada automaticamente;

6º Remover o cartão magnético. (Não perder esse cartão, só assim conseguem retirar a vossa bagagem)

Para recolher a bagagem também é muito simples, pode ser feito em qualquer um dos “armários”, não precisam de fazê-lo no que deixaram a mala. Depois, é só inserir o cartão, esperar um pouco, e a porta abre-se com as vossas malas!

Existem instruções em cada máquina (inglês e alemão), e em algumas mais modernas vi que tinham indicações em português.

 

É bastante simples de utilizar mas, como para nós nunca nada é simples à primeira, obviamente que deu barraca! Depois de colocarmos as moedas, da porta abrir-se, de termos colocado as nossas malas lá dentro e de termos fechado a porta… A máquina devolveu-nos o dinheiro, a porta continuou fechada com as nossas malas lá dentro e não saiu cartão!! Não tínhamos prova nenhuma de termos colocado lá as malas… Entrei logo em pânico, pensei que tinha que voltar para Portugal sem as malas 😀

Entretanto o Sérgio foi procurar um funcionário e eu fiquei de guarda em frente ao cacifo. Passados alguns minutos lá aparece ele, com um funcionário super simpático que abriu a porta manualmente. Lá estavam as nossas malas… Aquele cacifo tinha-lhe dado uma “entrevadinha” e avariou… O funcionário lá a arranjou e fizemos novamente todo o processo. Desta vez funcionou! 🙂