Montargil| Hotel & Restaurantes

Com a pandemia instalada em todo o mundo, é muito provável que o regresso à normalidade das viagens para o exterior não chegue tão cedo, seja por quarentenas obrigatórias exigidas nos países de destino ou mesmo pelo simples receio de viajar… Dessa forma, acredito que a maior parte dos amantes de viagens optem pela máxima “Vá para fora cá dentro” e, assim sendo, vou escrever alguns posts sobre escapadinhas que fui fazendo pelo nosso belo país nos últimos anos, e que ainda não tinha escrito. Pode ser que de certa forma vos inspire 🙂

Nau Hotels Lago Montargil & Villas

Em Outubro passado tínhamos alguns dias de férias e precisávamos mesmo de descansar, por isso, aproveitamos a oportunidade para ir para um hotel que há muito estava na minha lista de lugares a visitar. Estou a falar do Lago Montargil & Villas.

IMG_2556

O Nau Hotels Lago Montargil & Villas é uma referência na zona, que se destaca pela sua qualidade de um hotel de 5 estrelas.Este hotel tem duas zonas distintas: um complexo de edifícios onde se encontram os quartos, assim como piscina interior, SPA, bar, ginásio e restaurante; a outra zona, localiza-se junto à lagoa da barragem de Montargil, e é composta por 11 villas náuticas com piscina privativa, as quais me deixaram a suspirar…

Apesar de não termos ficado instalados nas villas, o nosso quarto também nos deixou bastante surpreendidos pela positiva. Um quarto bem amplo, com uma casa de banho espaçosa  e uma varanda com uma vista impressionante, para os jardins e piscina.A cama era de extrema qualidade e conforto. Um pormenor que os quartos tinham e que para mim é bastante importante, é o blackout total das cortinas, não deixando entrar qualquer claridade no quarto. É algo que me incomoda quando durmo fora de casa, uma vez que a mais pequena claridade consegue perturbar o meu sono.

Existem diversos espaços exteriores, como piscinas rodeadas por centenas de palmeiras e vegetação, onde é muito agradável passear. Mas o ex-líbris deste hotel é a sua piscina infinita, que tem como pano de fundo a barragem de Montargil. Esta está localizada junto do clube náutico.A parte que mais aproveitamos neste hotel foi mesmo o SPA. Aqui encontramos um ambiente calmo e relaxante, onde dividíamos o nosso tempo entre o jacuzzi e a piscina aquecida, com zonas de hidromassagem. Também existe sauna e banho turco, mas não usamos, pois não somos muito fãs.

Para darmos continuidade à atmosfera relaxante, aproveitamos e fizemos uma massagem relaxante a dois. Teve uma duração de 50 minutos e soube pela vida aquele momento… Num ambiente completamente zen, acompanhado por uma música relaxante, saímos de lá completamente na nuvens. Recomendo!

O pequeno-almoço é das primeiras coisas que penso assim que acordo num hotel! Simplesmente adoro toda a variedade que temos ao nosso dispor e faz o meu apetite disparar! Quem é como eu?

E este não desiludiu nada, bem pelo contrário! Tinha uma enorme variedade, havendo opções para todos os gostos e feitios e, além disso, estavam sempre a repor as faltas. Além do pequeno-almoço é possível fazer as outras refeições aqui, pois o hotel tem à nossa disposição um buffet, assim como restaurante à carta. Mas, sinceramente, não somos muitos fãs de refeições nos hotéis, à excepção do pequeno-almoço. E estando nós no Alentejo, cuja gastronomia adoramos, fomos experimentar os restaurantes locais. (Mais pormenores dos restaurantes, no final do post).

Como hotel de 5 estrelas é normal os preços não serem os mais convidativos para todos os bolsos. Na época alta, o Lago Montargil & Villas chega facilmente aos 300€/noite. Mas a minha dica é irem nas épocas baixas, e nesse aspecto este hotel consegue balancear muito bem os seus preços consoante a altura. Nós, em Outubro (já considerada época baixa) pagamos cerca de 90€/noite.É um lugar muito agradável para passar uns dias, se o seu propósito for ter uns dias de sossego e relaxamento. Recomendadíssimo!

Restaurantes Montargil

– O Tropical

Indicaram-nos este restaurante no hotel, e também tinha consultado o Tripadvisor onde reparei que era o nr.º 1 em Montargil. Dessa forma, não pensamos duas vezes ao escolhe-lo para o nosso primeiro jantar na vila. E foi uma escolha acertada, pois é um restaurante com ambiente tipicamente alentejano. Fomos recebidos pelo proprietário de uma forma simpática e brincalhona, o que nos fez de imediato sentir-nos à vontade. Jantamos umas plumas, que vieram acompanhadas por migas e batatas fritas, e estavam divinais! Uma boa relação qualidade/preço.

Morada: Rua Heróis do Ultramar 24A, Montargil.

– Retiro do Mocho

Tínhamos visto no Tripadvisor que este restaurante tinha uma boa classificação, por isso decidimos vir cá jantar na nossa segunda noite em Montargil. Chegamos bem cedo e fomos os primeiros clientes a chegar para jantar. O atendimento foi bem simpático e a comida era bastante saborosa. Eu escolhi o bacalhau melhorado e o Sérgio foi para lombinho grelhado, e na altura, fomos avisados que ainda não tinham acendido as brasas, por isso ia demorar… E apesar de termos sido avisados, realmente a demora foi bastante… Quando a comida chegou, já estava naquele ponto da fome já ter passado… O que é realmente lamentável, pois a comida é bastante saborosa.

Morada: Foros do Mocho, Montargil.

Edimburgo: Dicas Práticas

Como Chegar a Edimburgo

É relativamente fácil e económico chegar à capital da Escócia, partindo dos aeroportos do nosso país. Várias companhias aéreas fazem esse percurso, mas nós optámos por voar com a Ryanair, a partir de Faro.

DSCN1248

Como Chegar ao Centro de Edimburgo desde o aeroporto

O Aeroporto de Edimburgo está localizado a cerca de 12 Km do centro da cidade e a melhor forma de lá chegar é através do TRAM. É rápido, (cerca de 30 minutos até ao centro), passa com bastante frequência, (entre 3 e 10 minutos), e funciona entre as 6:18 e as 22:48 Horas. Além disto é económico, pois o bilhete de ida custa 6 Libras, e Ida e Volta 8,5 Libras (Preços de Dez. 2019).

Os bilhetes podem ser adquiridos nas máquinas automáticas, que se encontram junto às paragens. As máquinas aceitam cartões de crédito e débito, assim como notas e moedas de 1 e 2 Libras. No entanto,  não dão trocos.

É necessário validar o bilhete antes de embarcar!

Existe também a hipótese de ir de autocarro através do Airlink 100, que também passa com muita frequência e é económico, mas ficamos um pouco condicionados pelo trânsito.

DSCN1063

IMG_2245

Alojamento

Edimburgo é uma cidade cara e o alojamento é o que pode pesar mais no orçamento da nossa viagem. Para conseguirmos manter o nosso relativamente equilibrado, alugamos um apartamento e, dessa forma, conseguimos poupar alguma coisa em refeições.

Decidimos alugar um apartamento que fosse central, pois dessa forma não utilizamos transportes durante a estadia. Depois de alguma pesquisa encontramos este apartamento no AIRBNB.

DSCN0973

O anfitrião foi impecável, recebendo-nos pessoalmente, e deu-nos diversas dicas para tornar a nossa viagem mais especial. O apartamento era simples mas tinha todas as comodidades necessárias para uma viagem como a nossa. Existem várias serviços perto do apartamento, inclusive supermercados. Era relativamente central e tinha um preço acessível, comparando os preços praticados na cidade.

IMG_2301

Alimentação 

Assim como o alojamento, fazer uma refeição em restaurantes em Edimburgo é caro! Por essa razão fizemos praticamente todas as refeições no apartamento, expecto uma vez. Fomos ao OINK em Grassmarket, onde experimentamos uma sandes de porco simplesmente deliciosa. É relativamente barato, muito saboroso, e rápido, ideal para quando queremos fazer uma refeição sem perder muito tempo e não queremos ir ao Macdonald´s.

DSCN1353

Mercado de Natal de Edimburgo

Com o aproximar da quadra Natalícia, muitas cidades na Europa ganham mais brilho e encanto com os seus tradicionais Mercados de Natal, que invadem as suas ruas e praças. Apesar desta tradição ter sido iniciada no final da Idade Média na Alemanha, hoje em dia podemos encontrá-los um pouco por toda a Europa.

Quem me segue, sabe que adoro os Mercados de Natal e sempre que posso, nessa altura, marco uma viagem para a Alemanha. Mas há já algum tempo que queria experimentar visitar um mercado de Natal noutro país. Apesar de no ano passado ter ido a Estrasburgo, e de não ter adorado os seus Mercados, este ano queria ter uma experiência um pouco diferente.

DSCN1375

Dessa forma, este ano decidimos ir para Edimburgo, na Escócia, para conhecer o seu famoso “Christmas Market”, que se realiza entre meados de Novembro e princípios de Janeiro.

DSCN1343

Ao contrário dos mais conhecidos mercados da Alemanha, onde em cada praça existe um Mercado de Natal, em Edimburgo o Mercado encontra-se apenas num lugar: no Princess Street Gardens.

IMG_2497

Nesta altura do ano, o seu enorme jardim é invadido por inúmeras barraquinhas onde se pode encontrar desde comidas, bebidas, diversões e até artesanato variado, que pode ser uma excelente ideia para um presente de natal original.

DSCN1388

Mas o que distingue o Mercado de Natal de Edimburgo dos outros que já visitei é que tem várias atracções que, normalmente, apenas se encontram em parques de diversões. Desde a roda gigante, ao Carrossel, até a atracções mais radicais para os que gostam de adrenalina, há um pouco de tudo. Mas também tem várias diversões para os mais pequenos, e houve uma que achei particularmente interessante e que pode reunir toda a família: O labirinto de árvores de Natal.

DSCN1365

IMG_2496

IMG_2304

Nos anos anteriores havia uma pista de patinagem no gelo mas, este ano, infelizmente, cancelaram essa atracção. Não sei se nos mercados dos próximos anos a pista voltará… Mas podem manter-se informados de todas as novidades, através do site oficial ou do facebook.

Alias, esta altura do ano em Edimburgo é uma animação! Começa em meados de Novembro, com um grande evento com fogo de artifício quando as luzes de Natal da cidade se acendem, e estende-se até à primeira semana de Janeiro.

O Mercado tem entrada gratuita, e apenas pagamos se quisermos andar em alguma atracção. A compra dos bilhetes pode ser efectuada no site, ou no local, nos guichês próprios para o efeito.

Inicialmente estava um pouco receosa de ter uma desilusão com esta visita, pois sou fã incondicional dos Mercados Natal Alemães, mas fiquei agradavelmente surpreendida com a atmosfera que se vive no Mercado de Edimburgo. O ambiente é muito alegre e, tanto os locais como os turistas, estão em plena sintonia a apreciar toda a atmosfera natalícia que lá se sente.

Houve uma barraquinha que me conquistou logo de imediato. Tinha decorações de Natal personalizadas e podíamos escolher a decoração, dizíamos o que lá queríamos escrever e faziam a personalização na hora. Tinham as mais variadas temáticas, desde Casamento, primeiro filho, gravidez, animal de estimação, 1ª casa… Nós escolhemos este:  🙂

DSCN1319

IMG_3180 (1)

Se também gostam de Mercados de Natal, considerem visitar Edimburgo nessa altura, pois com certeza não irão ficar desiludidos! 🙂

Informações:

Site Oficial: edinburghschristmas.com

Morada: Christmas Market – East Princess Street Gardens