Dicas Práticas Lago di Como: Como organizar a viagem, Como lá chegar, Como se deslocar…

Neste post vou compilar algumas informações e dicas para facilitar a organização da viagem ao Lago di Como:

  • Como chegar ao Lago, através de Milão:

Nós chegamos a Itália a partir do aeroporto de Malpensa, em Milão. E tínhamos duas opções para chegar ao Lago: Alugar carro, ou recorrer a transportes públicos. Como não íamos ter muitos dias disponíveis, achamos que a melhor opção, para nós, seria alugar um carro.

  • Alugar carro: Nós alugamos através do site rentalcars. Apesar de as rent-car locais (Sicily by car, Winrent) ficarem mais económicas, preferimos reservar numa rent-car mais internacional (Europcar), porque lemos várias críticas negativas, em relação às empresas Italianas de aluguer de carros. Por exemplo cobrarem a caução por alegarem que o carro tinha sido entregue com riscos… Por isso, fica aqui uma dica importantíssima: Tirem fotos a todos os pormenores do carro quando lhes é entregue e depois, na devolução!

DSCN6429

         O processo no balcão da rent-car foi extremamente rápido. Mas quando nos foram entregar o carro, verificamos que não foi aquele modelo que tínhamos alugado. (Escolhemos um carro pequeno para conduzirmos sem grande stress nas ruas estreitas do Lago). Mas o que nos fez mesmo recusá-lo, foi o estado em que se encontrava… Todo cheio de riscos e, para piorar, quando o ligamos tinha uma luz da pressão dos pneus acesa… Tivemos que voltar ao balcão, dentro do aeroporto, para nos entregarem outro veículo. Inicialmente disseram-nos que não tinham carros mais pequenos disponíveis e que tínhamos que esperar pelo menos 20 minutos… Decidimos esperar, mas nem 5 minutos tinham passado quando nos entregaram um Fiat Panda imaculado! Tirando este pequeno percalço inicial, correu tudo bem. O processo de entrega do carro foi bastante rápido. Mas, mais uma vez, não se esqueçam de tirar fotografias ao carro quando o entregarem!

Chegar de carro ao Lago é bastante fácil! Saímos do aeroporto e entramos na autoestrada A9 (pagamos 2,20€ pela portagem) e depois seguimos as indicações para Como. Foi bem mais simples lá chegar do que inicialmente pensei. Levamos cerca de 1 hora e meia.

  • Transportes públicos. Para quem não quer alugar carro para ir ao Lago di Como, também é possível fazê-lo através de transportes públicos. Apesar de não ter usado o comboio para chegar ao Lago, também pesquisei essa opção, antes da viagem: Da estação Cadorna, em Milão, existem comboios de hora a hora e levam cerca de uma hora até chegar à cidade de Como. A estação Como Nord Lago é bem perto do Lago e, dessa forma, podem apanhar o barco caso a vossa estadia não seja na cidade de Como.

 

  • Conduzir em Itália

Se optarem por alugar carro e conduzir no Lago, há algumas situações que devem ter em consideração. A primeira, é que as estradas são muito estreitas e, se não têm muita experiência em conduzir, não aconselho a fazê-lo. Mas, se o decidirem fazer, vão ser recompensados pelas vistas, pois as estradas atravessam vilas e, a maior parte das vezes, as estradas são junto às margens do Lago, o que proporciona umas vistas memoráveis.

  • Estacionamento: Outro pormenor que devem ter em atenção é o estacionamento! Quando reservarem o hotel tenham em consideração se existe estacionamento disponível (e gratuito, de preferência). Li situações que foi bastante complicado estacionar o carro e, acredito que no verão deve ser extremamente difícil. Nós alugamos uma casa com estacionamento privado, mas como era muito fácil e rápido de chegar ao centro da cidade, nunca utilizamos o carro para as deslocações próximas de casa. E essa foi a melhor decisão que podíamos ter tomado. Além da poupança em parquímetros, também nos livrou de várias dores de cabeça para encontrar estacionamento…

A única vez que utilizamos estacionamento público foi quando fomos conhecer a cidade de Como. E decidimos fazê-lo num parque onde se paga à saída, conforme o tempo que lá estivermos. Como não sabíamos quanto tempo iríamos ficar por lá, não queríamos colocar num parquímetro, e andar stressados que só tínhamos colocado moedas para “X” tempo e já o tínhamos ultrapassado…

DSCN6250

Se decidirem estacionar na rua, ou se não tiverem outra opção, devem ter atenção onde o vão fazer. As zonas de estacionamento estão marcadas no chão com três cores: Branco – Estacionamento gratuito, Azul – Estacionamento Pago, Amarelo – Estacionamento para Residentes.

IMG_7008

Estava um pouco preocupada com o estacionamento e com a condução por lá (apesar de ter muita confiança nas capacidades do condutor), devido aos relatos que tinha lido. E, realmente, os italianos são mesmo uns doidos a conduzir, naquelas estradas estreitas do Lago, onde por vezes apenas cabia um carro, eles nunca abrandavam! Os outros se quisessem que se desviassem, ou parassem… Mas correu tudo pelo melhor e não tivemos problemas com o estacionamento nem com a condução.

  •  Zona ZLT: Uma das formas mais fáceis de serem multados em Itália é entrarem nos centros das cidades, em áreas marcadas com ZTL: “Zona de Tráfego Limitado”. Nestas zonas só é permitida a entrada de viaturas de residentes e transportes públicos. Depois de entramos nessa zona, o nosso carro é fotografado e a multa é enviada para casa. (No caso de um carro alugado, será enviada para a rent-a-car, que posteriormente enviará a multa para nós, com custos administrativos!).IMG_7007

No centro de Bellagio, vimos essa sinalização, mas pelo que pudemos perceber também é permitido circular se o nosso hotel ficar mesmo no centro. Como não foi o nosso caso, não sabemos ao certo a forma correcta de proceder. Por isso, tenham algum cuidado quando circularem no centro das cidades. E se tiverem que entrar no centro para aceder ao vosso hotel, coloquem-lhes a questão previamente para saber quais os procedimentos a tomar, e assim evitar levarem uma multa.

  • Como se deslocar no Lago.

A melhor forma de nos deslocarmos pelas cidades que rodeiam o Lago é de barco! Para terem uma ideia, o trajecto de Bellagio para Varenna demora 13 minutos de barco. De carro, o mesmo trajecto, demora mais de uma hora! Por isso, na minha opinião, a melhor forma de visitarmos as vilas junto ao Lago, é mesmo através de barco.

Mas, apesar de estar decidido conhecermos o Lago dessa forma, esse aspecto estava a preocupar-me um pouco, pois li cobras e lagartos sobre o sistema de barcos de lá; que era muito confuso, que havia atrasos constantemente… E quando consultei o site, não fiquei mais tranquila… Primeiro, só tinham disponíveis os horários até 31 de Setembro e eu ia em Outubro… Depois, tentei perceber os horários que tinham disponíveis, e cada vez que olhava para aquela tabela ficava com um nó no cérebro… Não conseguia perceber a sequência das viagens…

DSCN5961

Através do site Gestione Navigazione Lahi, podem fazer o download dos horário dos barcos. (No lado esquerdo superior, escolham o Lago Como – Download Area – Aparece todas as tabelas. Cuidado, não tem apenas as tabelas que estão em vigor, por isso tenham atenção às datas). Dessa forma, conseguem planear muito melhor, e antecipadamente, os vossos dias no Lago.

DSCN5970

Quando, finalmente, publicaram os horário para Outubro, e depois de ter pesquisado um pouco e ter compreendido o sistema, não achei nada difícil.

Existe o Servizio Navetta in Centro Lago – Mid-Lake Shuttle, que pára nas partes mais turísticas do Lago.

Horário Lago

Download da tabela: www.navigazionelaghi.it/file2/_Navetta%20CL_A2017__.pdf

A tabela com todos os horários disponíveis, em Como, é muito mais confuso :/

fdgdfg

Mas, na prática, achei super simples apanhar os barcos e não assisti a nenhum atraso.

De qualquer forma, quando adquirimos o bilhete entregam-nos um horário.

IMG_7022

Mas também podem descarregar a aplicação no vosso telemóvel e consultar os horários dos barcos. A desvantagem é que ter que ter internet para consultar a aplicação.

Aplicação do Gestione Navigazione Laghi, no telemóvel.

Compramos o bilhete diário, que custou 15€ (Preços em Outubro de 2017). Podemos andar de barco as vezes que quisermos, durante esse dia.

Quem não quiser ficar dependente de horários e ter mais flexibilidade, pode sempre alugar um barco, com motorista. Mas, é muito caro!!

IMG_7045

Também existe o Servizio Autotraghetto / Car Ferry, no qual podem levar o carro. Tem a vantagem de terem o carro com vocês, mas a opção de horários é bem menor do que só a de passageiros, além de que teriam de preocupar-se com o estacionamento em cada cidade.IMG_6381

Um aspecto importante que devem levar em consideração, é verificar bem o horário do último barco, para o vosso destino final. Não queiram correr o risco de o perder, pois se estiverem do outro lado do Lago…Imaginem só os euros e o tempo perdido num táxi… :p

  • Melhor Altura para visitar o Lago: A altura alta é no verão, de Junho a Setembro! Por sequência os preços disparam, está tudo lotado e é quase impossível apreciar a beleza daquele lugar, devido à quantidade de turistas. Além de que os preços nessa altura, disparam… Mesmo que pudesse viajar nessa altura (o meu trabalho não me permite tirar férias no verão), muito provavelmente não o faria.

Nós viajamos no meio de Outubro e adoramos! Havia pouquissímos turistas, o que nos permitiu desfrutar de tudo muito melhor. E as cores do Outono, aqui, tornam tudo ainda mais mágico. Apanhamos um tempo óptimo, sempre com sol e calor. Mas, acho que tivemos muita sorte, porque o dono do apartamento que alugamos disse-nos que neste mês não é comum fazer tão bom tempo… Por isso, não sei se será a melhor altura. DSCN6136

Gostava muito de lá voltar no inicio da Primavera. Para apanhar ainda neve nos Alpes, deve ser uma imagem fantástica.

A partir de Novembro até meados de Março, muitos hoteís, Villas e restaurantes encerram.

Este post está gigantesco, mas queria reunir todas as informações que achei importantes para conseguirem uma viagem ao Lago di Como. Se tiverem mais alguma dúvida, podem deixar mensagem 🙂

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Itália, Lago di Como com as etiquetas , , , . ligação permanente.

5 respostas a Dicas Práticas Lago di Como: Como organizar a viagem, Como lá chegar, Como se deslocar…

  1. Pingback: O Alojamento no Lago di Como | Diario de Bordo da Gi

  2. Sandra diz:

    Obrigada por todas estas dicas 🙂
    Vão ser muito úteis na organização da minha viagem daqui a alguns meses :-*

    • Gi diz:

      Já marcaste? Vão adorar, aquilo é tudo tão bonito! 😀 Espero que estas dicas te ajudem! E se tiveres alguma dúvida já sabes qual a porta que podes bater 😛

  3. Maria Valente diz:

    Muito obrigada pelas dicas! Vou agora em final de outubro e tive exatamente a mesma intranquilidade com os barcos no Lago! Ainda bem que funcionam bem!

    • Gi diz:

      Olá Maria! Correu tudo muito bem, barcos sempre a horas e viagens bem tranquilas! Vá descansada que vai correr tudo bem! Vai adorar o Lago, fiquei apaixonada por aquelas paisagens 😍

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s