Itinerário no Lago di Como

Tivemos dois dias inteiros e metade de outro no Lago, e conseguimos ver tudo a que nos propusemos, sem correrias. E ainda nos sobrou algum tempo que nos permitiu praticar o “Dolce Far Niente”, coisa que na maior parte das viagens não conseguimos fazer.

Para nós, os dias que lá passamos foram os suficientes para o que queríamos fazer. Mas, como já “falei” em outros posts, depende muito do ritmo de cada pessoa.

Vou deixar detalhado o que fizemos em cada dia, para terem noção do que é possível fazer/visitar num determinado período de tempo.

1º Dia (Tarde)

Chegamos a Bellagio por volta das 14 Horas. (Planeamos chegar por volta das 12 horas, mas devido à Rent Car, que nos atrasou todo o processo, chegamos bem mais tarde… Escreverei sobre este assunto num post de dicas práticas).

DSCN5919

DSCN5917

Por isso, o resto da tarde, ficamos por Bellagio a conhecer um pouco da cidade. Sem qualquer destino predefinido, apenas vagueando pela cidade e descobrindo os encantos da mesma.

DSCN6368

DSCN6373

2º Dia

O segundo dia foi o mais intenso da viagem, para terem uma ideia, caminhamos cerca de 20 km!

Acordamos bem cedo para apanhar o primeiro barco do Mid-Lake Shuttle para Varenna, que era às 8:45Hrs. O próximo só saíria às 10:45Hrs e, dessa forma, já comprometeria tudo o queríamos fazer nesse dia… Conseguimos apanhar o primeiro barco e ainda tivemos o privilégio de sermos os únicos passageiros! 😀

Treze minutos depois de termos partido de Bellagio, desembarcamos em Varenna. Como chegamos bem cedo, tivemos a cidade só para nós e simplesmente adoramos aquele lugar!

Varenna

Varenna (3)

Esperamos até às 10 horas para a abertura da Villa Monastero (pormenores da visita aqui) e visitamos os seus jardins em pouco mais de uma hora. Não poderíamos demorar-nos muito mais, pois o próximo barco era às 11:23, e a Villa ainda é um pouco distante do cais… Mas foi tempo suficiente, conseguimos visitar todo o jardim sem pressas. Caso pretendam conhecer o museu, vão com certeza necessitar de mais tempo…

Varenna (2)

Apanhamos o barco que nos levou à Villa Carlotta e visitamo-la muito calmamente (pormenores da visita aqui).

Tremezzo (6)

Quando saímos de lá, ainda faltava muito tempo para o próximo barco (era só às 15 Horas). Por isso, decidimos andar um pouco sem rumo até encontrarmos algum sítio para comer uma pizza e descansar um pouco…

Tremezzo

Tremezzo (3)

Tremezzo (4)

Depois fomos conhecer um pouco de Tremezzo. Apanhamos aí o barco que nos levou até Lenno.

Lenno (5)

Lenno (4)

Lenno (2)

Adorei Lenno, achei-a super pitoresca. Antes de irmos para a Villa del Balbianello, fizemos (fiz, vá! Arrastei, literalmente o Sérgio para lá) uma paragem na “La Fabbrica del Gelato” onde comi (devorei, diga-se!) o melhor gelado da minha vida! A sério!!! Era tão bom, tão bom, que quando saí da Villa, antes de ir apanhar o barco de regresso, passei lá novamente para comprar outro gelado! Até o Sérgio, que não liga nada a doces, adorou!

Lenno (3)

Fica a dica, se lá forem, provem o de sabor a avelã (nocciola).

Apanhamos o barco das 17:09Hrs para regressarmos a Bellagio. Ainda havia um às 19:09, que era o último. Mas queríamos evitar ir no último barco, pois poderia algo correr mal e, se por alguma razão não conseguirmos embarcar nesse, ficamos sem grandes soluções para voltar a Bellagio… Como estávamos no outro lado do Lago… talvez só de táxi, e nem quero imaginar a fortuna que nos deviam cobrar!

Neste dia não fizemos mais nada. Arrastamo-nos, literalmente, até ao apartamento e ficamos por lá o resto da tarde/noite.

3º Dia

Como o dia anterior foi tão cansativo, neste dia decidimos não planear nada em concreto… Acordamos só quando nos apeteceu, sem despertador. Tomamos um delicioso pequeno-almoço na varanda do apartamento, que tinha uma vista maravilhosa para o Lago.

IMG_7018

Só saímos do apartamento no final da manhã, e fomos percorrer as ruazinhas de Bellagio. Entramos no Bar Pasticceria Rossi, que tem uma esplanada com vista para o Lago, e pedimos um cappuccino. Aquele bocadinho soube-nos tão bem, ficar ali apenas a apreciar as vistas e a relaxar 🙂

IMG_6448

IMG_6495

Como não podíamos levar o resto do dia na esplanada, decidimos ir explorar mais um pouco da cidade. Caminhamos até chegar à “La Punta di Bellagio”. Local onde foi construído um pequeno porto, no ano de 1820, e que tem umas vistas magnificas para o Lago e para a cidades mais próximas.

IMG_6539

IMG_6518

DSCN6404

Antes de regressarmos ao apartamento para almoçar, encontrei em Bellagio uma loja com decorações de Natal, que fez-me ficar eufórica!

DSCN6420

Para quem não sabe, tento sempre trazer um souvenir de viagem para colocar na árvore de natal (copiei a ideia da Drieverywhere), assim, todos os anos ao decorar a árvore de natal recordo-me das viagens que já fiz 🙂 Mas, nem sempre é fácil encontrar enfeites de Natal… Por isso, quando encontro uma loja só com essas decorações é uma alegria!

E esta loja é um charme! Tem imensos artigos, e, também é possível personalizar o enfeite, escrevendo o que quisermos, e é feito na hora, pela dona da loja.

DSCN6370

DSCN5925

Depois do almoço e de alguma indecisão do que iriamos fazer durante a tarde, entramos no nosso piccolo Fiat Panda e fomos até à Cidade de Como.

Quando chegamos à cidade de Como estacionamos o carro no parque de estacionamento Autosilo Valduce, que se fica a uns 200 metros do centro. Muito bem localizado e pagamos apenas 3,50€ por duas horas.

Seguimos em direcção à Catedral de Como (Duomo), que nos impressionou bastante. Esta Catedral foi a última que foi construída, no estilo em gótico, em Itália.

DSCN6492

DSCN6443

IMG_6566

À sua volta existe uma praça muito simpática, com muitos restaurantes e bares. Os seus prédios possuem uma arquitectura que não nos faz ficar com dúvidas que estamos em Itália.

IMG_6562

Passamos pela Piazza Cavour e depois seguimos por um caminho pedestre, sempre junto ao Lago, até chegarmos à escultura Life Electric, que se encontra no cais do Lago. Esta escultura contemporânea foi concluída em 2015, e é dedicada ao físico Alessandro Volta.

IMG_6581

A Life Electric foi inspirada na tensão eléctrica que existe entre dois polos de uma bateria.

IMG_6589

Existem muitas mais coisas para fazer em Como, é uma cidade muito interessante e que nos surpreendeu bastante. Mas a ideia não era fazer um reconhecimento exaustivo da mesma, mas sim conhecer algum sítio diferente e, ao mesmo tempo, descontrair. Por isso, apesar de termos conhecido muito pouco da cidade, ainda lá estivemos cerca de duas horas, mas foi tudo em slow mode.
IMG_6585
Não podíamos ir embora sem experimentar os gelados de Como! Não é?! 🙂 Entramos na Gelateria Lariana ( Lungo Lario Trento, 5 – Como) e recomendamos, muito!! Mais uma gelataria para entrar no meu top 5, de gelados preferidos!IMG_7041
4º Dia

No 4º e último dia de viagem saímos cedo do Lago, pois tínhamos que entregar o carro na rentcar do Aeroporto de Milão, até às 11 da manhã. Depois de devolvermos o veículo ainda nos restava algumas horas até apanhar o avião que nos levava de regresso a Portugal. E já que estávamos em Milão, tínhamos que aproveitar a oportunidade e conhecer um pouco da cidade!

Compramos o bilhete de comboio de ida-volta que custou 20€/pessoa. (sai mais barato se comprarem assim, do que um bilhete por trajecto, que custa 13€).

mappa_sinottica_1

Apanhamos o comboio em direcção a Milano Cadorna, por ficar mais próximo das principais atracções de Milão. E cerca de 40 minutos depois, saímos da estação e seguimos em direcção ao Duomo de Milano.

IMG_6634

IMG_6633

DSCN6528

apa

Só para terem uma ideia da complexidade que é tirar uma fotografia à Catedral, sem apanhar pessoas… 😛 #missãoimpossível

Depois entramos nas Gallerias Vittorio Emanuele II, onde fiz algumas comprinhas! #issoqueriaeu #aindaandeianamorarumagucci

IMG_6639

IMG_6644

Onde está o Wally? 😛

DSCN6526

De seguida passamos pela Piazza de Scala.

IMG_6668

E já no regresso para a estação de comboio, fomos até ao Castello di Sforza. Mas ficamos apenas pelo exterior, pois não tínhamos muito mais tempo disponível…

E sinceramente, não ficamos com vontade de conhecer muito mais… A cidade desiludiu-nos um pouco… A Catedral e as Galerias são imponentes, realmente são… Mas… nada de extraordinário! E depois de alguns dias, no meio de paisagens naturais tão deslumbrantes como as do Lago, achamos que Milão era uma cidade um pouco suja e com demasiados turistas, para o nosso gosto! Não nos convenceu.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Itália, Lago di Como, Milão com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s