As “Villas” no Lago di Como

Visitamos três “Villas” em três cidades distintas, no Lago di Como. E depois de as ter visitado não consigo decidir qual foi a minha preferida. Apaixonei-me por todas elas, pois cada uma tem um encanto diferente que me fez ficar rendida…

A primeira que visitamos foi a Villa Monastero, em Varenna.

DSCN6071

DSCN6086

A Villa Monastero é uma villa ecléctica, que inicialmente era um convento cisterciense, fundado no final do século XII.

Em 1566, o arcebispo Carlo Borromeo decidiu transferir as últimas seis freiras do mosteiro para outro edificio cistercensiano em Lecco; como consequência, em 1569, a Villa Monastero foi vendida a Paolo Mornico.

DSCN6055

DSCN6053

Walter Kees de Leipzig comprou a villa em 1890 e, entre 1897 e 1909, realizou modificações que deram origem ao seu actual estilo eclético. Em 1936, a família Milanese De Marchi, originária da Suíça, doou a villa ao público e tornou-se num museu. Em 1940, os jardins foram abertos ao público.

DSCN6080

A Villa Monastero é cercada por um jardim, possuindo várias espécies botânicas raras provenientes de todo o mundo. Em cada época do ano, os visitantes, podem desfrutar de uma verdadeira explosão de cores, formas e perfumes.

DSCN6097

DSCN6082

Esta Villa tem uma localização bastante privilegiada, mesmo à beira do lago, de onde se podem obter umas vistas deslumbrantes.

DSCN6095

Morada: Viale Giovanni Polvani, 4 – Varenna

Site: www.villamonastero.eu/

Horário: Consoante o mês tem um horário diferente, é melhor consultarem o site (aqui).

Preço: 5€ Jardins / Jardins e Casa 8€ – Desconto de 1€ no bilhete inteiro ao apresentar o bilhete de barco, Navigazione Lago di Como.

Quando saímos de Varenna dirigimo-nos até Tremezzo, para visitar a Villa Carlotta. Assim que começamos a aproximar-nos da Villa, através do barco, conseguimos ver o imponente edifício e as suas escadarias de cor branca, que se destacam de tudo o resto à sua volta.

DSCN6142

Esta belíssima villa foi construída no final do século XVII, pelo marquês Giorgio Clerici.

IMG_6369

Em 1801, Gian Battista Sommariva, político famoso, empresário e patrono das artes, comprou a Villa Carlotta. Graças a ele, a propriedade em Tremezzo alcançou o topo do seu esplendor, tornando-se num templo de arte do século XIX. O último beijo de Romeu e Julieta é apenas uma das muitas obras-primas que enriquecem a sua extraordinária colecção. Sommariva transformou a herdade num fascinante jardim romântico.

IMG_6370

DSCN6191

Os herdeiros de Sommariva venderam a Villa em 1843 à princesa Marianne de Nassau, esposa de Albert da Prússia, que presenteou a sua filha Carlotta por ocasião de seu casamento com Georg of Sachsen-Meiningen. Daí o nome Villa Carlotta.

Os Sachsen-Meiningens usaram a Villa como local de férias. Não fizeram mudanças substanciais no edifício; venderam os restos da coleção de arte, com exceção de algumas estátuas e pinturas e dedicaram-se ao cuidado e ao enriquecimento do jardim, introduzindo uma grande variedade de espécies raras e exóticas.

IMG_6341

IMG_6359

Os jardins desta Villa são verdadeiramente esplenderosos. A convivência harmonica dos estilos, a variedade de espécies de plantas e sua localização formidável, são apenas alguns dos aspectos que tornam este lugar num dos locais mais visitados do Lago di Como.
DSCN6156
IMG_6364
É possível escolher entre dois percursos para visitar os jardins: o itinerário breve (45 minutos) e o completo (90 minutos). Nós decidimos escolher o maior, e fizemo-lo em modo passeio, com várias paragens para tirar fotografias e para apreciar a paisagem. Mesmo assim, demoramos menos de 90 minutos!
DSCN6174
É um passeio extremamente agradável, onde estamos em pleno contacto com a natureza. Encontramos pouquíssimos turistas, o que nos permitiu usufruir melhor de toda a envolvência. Acredito que nos meses de verão não seja tão tranquilo passear por lá…

Morada: Via Regina, 2 – Tremezzina

Paragem barco: Villa Carlotta (Pára mesmo em frente à Villa)

Site: www.villacarlotta.it

Horário: No mês de Dezembro encerram e só voltam a abrir no final de Março. Os horários mudam consoante o mês, por isso é melhor consultarem o site (aqui).

Preço: 10€ – Existe um desconto ao apresentar o bilhete de barco, Navigazione Lago di Como. Não sei qual o valor do desconto que só agora é que me apercebi que não me lembrei de apresentar o bilhete! #fail

Escassos três km separam Tremezzo de Lenno, local onde se encontra a Villa del Balbianello.

IMG_6405

IMG_6402

Esta Villa foi construída nos últimos anos de 1700, pelo Cardeal Durini, que pretendia construir uma tranquila residência de Verão. Quando o Cardeal morreu, em 1797, a Villa foi herdada por Luigi Porro Lambertenghi, sobrinho de Durini, que transformou a villa num lugar de meditação serena para elementos da maçonaria.

IMG_6413

Ao longo dos anos a Villa passou por vários proprietários e algum abandono por parte dos mesmos. Até que em 1974, o seu último proprietário, Guido Monzino, fez uma ampla reestruturação, tanto na mansão como nos jardins, que adquiriram a forma actual.

IMG_6384

Guido Monzino, solteiro e sem herdeiros diretos, morreu em 1988, deixando a Villa, as suas fabulosas peças de mobiliário e os seus magníficos jardins para o Fondo Ambiente Italiano (FAI), juntamente com um fundo monetário que, ainda hoje, ajuda a suportar os seus custos de manutenção.

DSCN6282

O seu jardim extremamente bem cuidado, com várias estátuas a embelezá-lo e com umas vistas espantosas para o Lago, tornam-na num lugar de uma beleza inqualificável.

De destacar a sua magnifica Loggia (elemento arquitetónico aberto inteiramente e, normalmente sustentado por colunas e arcos), toda envolvida em vegetação e com vistas esplendorosas para o Lago.

DSCN6287

IMG_6396

É um lugar de extrema beleza que não passou despercebida a Hollywood. Por isso, já serviu de cenário para alguns filmes, entre os mais conhecidos está o Star Wars – Ataque dos Clones, episódio II.

Imagem relacionada

 

 

E também uma cena do filme 007 – Casino Royale, onde a Villa Del Balbianello serviu de clínica onde James Bond (Daniel Craig) recupera-se após uma tortura…

 

Morada: Via Comoedia 5, Tremezzina

Como lá chegar: É possível aceder a pé, a partir de Lenno. Assim que desembarcamos, existem indicações para a Villa del Balbianello à saída do cais. É cerca de 1 km até lá chegar, e metade do percurso é num caminho um pouco sinuoso, com subidas acentuadas. Também é possível aceder através de taxiboat, que pára num pequeno cais exclusivo e com acesso directo aos jardins da Villa. Não sei os valores, mas acredito que não deve ser muito barato…

DSCN6276

Site: www.fondoambiente.it/

Horário: Meados de Março a 19 de Novembro, das 10 às 18 Horas. Abre todos os dias, excepto às Segundas e Quartas. Existem algumas aberturas excepcionais durante o inverno, podem consultar as datas no site (aqui)

Preço: 10€ Jardins / 20€ Jardins e Villa.

Lago Di Como – Itália

A lista de sítios que quero, ou que gostaria de visitar é interminável e, o Lago di Como em Itália, não estava nos planos imediatos. Mas, estava a precisar de umas férias mais relaxadas, não daquele género de viagens que necessito de férias depois das férias! Não podia ser um destino muito longe, pois o Sérgio já não tinha muitos dias de férias para gozar este ano…assim, e depois de pesquisar alguns voos, vi que as passagens para Milão estavam bastante acessíveis… E de Milão aos Lagos era um “pulinho”. Foi dessa forma que o Lago di Como nos apareceu como o próximo destino de férias! 🙂

DSCN5971

O Lago di Como é um dos três grandes lagos italianos: Lago Maggiore, Di Lugano e Di Como. É o 3º maior lago da Itália com 146 Km2 e está localizado no norte do país, bem perto da fronteira com a Suiça, numa região chamada Lombardia. É um dos lagos mais profundos da Europa, atingindo os 416 metros.

DSCN6355

O lago tem o formato da letra Y invertida, e tornou-se no mais conhecido devido às suas esplenderosas “villas” que têm servido de pano de fundo para diversos filmes. E, também, porque este lugar é um dos refúgios dos mais ricos. Vários famosos tem ou já tiveram casa aqui, como o George Clooney, Madonna, Gianni Versace…

Lagodicomo

A beleza desde lugar é indescritível. As fotos não fazem juz à beldade das paisagens do Lago. Era tudo tão idílico que muitas vezes dava por mim a questionar se estaria em algum sonho… 🙂

Os muitos vilarejos encostados às margens do lago e rodeados pelas montanhas, tornam-no num lugar de beleza inqualificável.

DSCN6241

Apesar de à volta do Lago existirem várias vilas e imensos locais interessantes não conseguiríamos visitar tudo com os dias que tínhamos disponíveis. Além disso, queríamos fazer tudo muito calmamente para também praticarmos o “Dolce Far Niente”. 🙂

Depois de alguma pesquisa, decidimos visitar as seguintes “comunas” (expressão italiana para município):

Bellagio é um dos vilarejos mais conhecidos do Lago, e é também considerado um dos mais bonitos. (Não o achei o mais bonito, mas já lá vamos). É, sem dúvida, bastante pitoresco, com as suas ruas estreitas floridas e muito bem cuidadas.

DSCN6367

Decidimos pernoitar em Bellagio, devido à sua excelente localização. O ideal é ficar na “mid-lake”, ou seja, mais no centro do Lago, pois assim permitirá explorar mais facilmente as cidades à volta do Lago. Além disso, Bellagio é uma cidade maior em relação às suas vizinhas mais próximas e, por isso, existem mais transportes, restaurantes, hotéis…

IMG_6253

Varenna

Esta foi a cidade que conquistou o meu coração. Foi a grande surpresa da viagem, na minha opinião, (e do Sérgio) esta é a mais bonita e autêntica do Lago.

DSCN5979

DSCN5984

Chegamos bem cedo e por isso o vilarejo estava praticamente por nossa conta. Nas primeiras horas quase não encontramos ninguém… Caminhamos muito calmamente e deliciamo-nos com vários pormenores de Varenna que, certamente, se estivesse apinhada de turistas não repararíamos. E simplesmente apaixonamo-nos por aquele lugar.

DSCN5981

DSCN6039

DSCN6119

DSCN6014

Caminhamos na orla do lago, onde não circulam carros, e ficamos fascinados com as diversas esplanadas que lá se encontram, com uma vista esplendorosa e privilegiada para a báia. Ficamos com uma vontade enorme de almoçar por lá e praticar o “Dolce Far Niente”, mas ainda era muito cedo. Além de que não podíamos perder o próximo barco que nos levaria a Tremezzo.

IMG_6313

DSCN6028

Tremezzo

Não desembarcamos em Tremezzo, mas sim, na Villa Carlotta (fica mesmo muito próximo), pois o objectivo principal era conhecer a Villa e os seus jardins.

DSCN6149

O edifício da Villa Carlotta é imponente mesmo visto de longe. Do barco conseguimos vislumbrar toda aquela construção de cor branca, com os seus portões e escadarias. Mas, é nos seus jardins que a magia acontece…uma paisagem luxuriante e de cortar a respiração, que terá direito a um olhar mais detalhado em outro post. 😉

DSCN6140

DSCN6202DSCN6172

Como ainda faltava algum tempo para o próximo barco, quando saímos da Villa Carlotta, decidimos passear e conhecer um pouco de Tremezzo. Mas, não tem muito mais para se ver… Fomos avançando pela marginal e ao passarmos em frente ao Grand Hotel Tremezzo ficamos deslumbrados. O edifício encontra-se localizado em frente ao Lago e possui uma piscina construída lá dentro. Numa próxima viagem ao Lago, já sabemos onde ficar 😛 #deveserbaratinho

DSCN6252

Piscina do Grand Hotel Tremezzo

Lenno

Mais um vilarejo que parece que saiu directamente de um conto de fadas. Muito acolhedor e simpático, é relativamente pequeno e vê-se bem em pouco tempo.

DSCN6273

 

Mas, a sua principal atracção, e também o motivo da nossa visita, é a Villa del Balbianello. Lugar de tirar o folego de tão lindo que é! Já serviu de cenário para vários filmes. (Mais pormenores no próximo post, deixo só algumas fotos para abrir o apetite).

IMG_6414

DSCN6329

Como

Apesar de ter pesquisado e planeado o que visitar na cidade de Como, inicialmente ponderamos em não ir. Mas, como tínhamos uma tarde livre, e apesar de querermos relaxar, não conseguimos parar quieto, especialmente se estivermos num sítio pela primeira vez… Então, decidimos pegar no carro e conduzir até Como.

DSCN6485

IMG_6596

Esta cidade também foi uma agradável surpresa. Bem maior do que as que já tínhamos visitado nos outros dias, possuindo várias infraestruturas de uma cidade moderna mas sem perder o encanto de se encontrar rodeada pelas montanhas e pelo Lago.

IMG_6603

IMG_6586DSCN6456

Como este post já está a ficar muito extenso, vou fazer outro com mais pormenores dos lugares a visitar em cada “comuna“.

Pois no último dia inteiro no Lago decidimos não fazer planos… Acordamos sem despertador, saboreamos o pequeno almoço na varanda do nosso apartamento calmamente, depois, fomos passear

I’m going to Italy!!

A esta hora, se tudo correr bem, já estamos no avião a caminho de Milão! De lá alugamos um carro para o Lago Como 🙂

Vai fazer 5 anos que fui pela primeira vez a Itália, mais precisamente a Roma. E desde aí, ficou a vontade de conhecer muito mais deste país! Além disso, estou com tantas saudades da comida…

IMG_6852Quem me segue pelo Instagram pode ir acompanhando as aventuras desta viagem, pois vou publicar várias fotos por lá (espero!) 😁