Museu do Terror

A Hungria teve um passado negro e é impossível percorrer as ruas de Budapeste sem pensar na sua história…

Durante a Segunda Guerra Mundial a Hungria apoiou a Alemanha e, com a derrota nazi, passou um mau bocado nas mãos dos Soviéticos. Aproximadamente um terço dos 250 000 Judeus da cidade faleceram durante a ocupação nazi. A cidade ficou muito danificada quando foi tomada pelo Exército Vermelho.

level_lead_lg_b480086e41c5c4fee392d53de56b795e

Se apreciam História e querem saber um pouco mais sobre este tema, têm que ir ao Museu do Terror. Mas, aviso já, é preciso ter estômago para visitá-lo… Apesar de já ter visitado um campo de concentração e a topografia do horror, em Berlim, tocou-me bastante o que presenciei aqui.

O prédio que acolhe o museu foi escolhido a dedo. Foi a sede do quartel general do partido nazi, em 1944. O Museu do Terror está muito bem conseguido. Aqui podemos encontrar, de uma forma bastante impressionante, toda a história sobre um dos capítulos mais tristes da vida do país.

level_lead_lg_c799607866166c1f933242d0e49b74de

Na primeira sala em que entramos levamos logo um murro no estômago, ao visualizarmos um vídeo onde estavam a assassinar inúmeros Judeus a sangue frio e os seus corpos a serem largados em valas comuns… Ao ver aquilo logo na primeira sala percebi que esta visita não ia ser fácil…

O museu é dividido em quatro andares, onde podemos ver fotos, vídeos, objectos e depoimentos, sendo todas elas demasiado pesadas. No andar inferior, podemos encontrar as celas solitárias e de interrogatório, originais, que foram utilizadas há 50 anos.

level_lead_lg_ba8c4903e20d7da3e4999650a3a49897

O museu é bastante esclarecedor e realista, pelo que é praticamente impossível não ficarmos arrepiados e desconfortáveis ao ver tudo aquilo que se passou num passado que não é assim tão distante…

level_lead_lg_ae070a0a5711efbd943d261f67e4f5db

Em todas as salas estão disponíveis folhas em Inglês com a descrição completa das informações.

level_lead_lg_5f500b4c6e8b5dcb8921f294cbc4773b

Não é permitido tirar fotografias no interior do museu. Todas as fotos do interior aqui colocadas, foram retiradas do site do museu.

No exterior do edifício, se olharmos para cima, vimos duas placas de aço a sair de cada um dos lados do telhado com a palavra TERROR. Também no exterior podemos ver algumas fotos das vítimas do holocausto.

DSCN3633

DSCN3634

Morada: Andrássy út 60, Budapeste

Horário: 10 às 18 Hrs. Encerra às segundas-feiras.

Preço: 2000 HUF

Site: www.terrorhaza.hu/en

 

Esta entrada foi publicada em Budapeste, Hungria com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Museu do Terror

  1. Pingback: Itinerário de 2 dias em Budapeste | Diario de Bordo da Gi

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s