Dicas práticas Praga-Viena-Bratislava-Budapeste: Como organizar a viagem

Esta trip pela Europa Central deu-me algum trabalho a organizar e tive alguma dificuldade em encontrar as informações que necessitava para a organização da viagem, tive que procurar e fazer muitas pesquisas. Por isso, decidi compilar todas as informações necessárias para conseguirem organizar uma viagem destas 😉

O primeiro passo é saber quantos dias temos disponíveis e quantos dias precisamos para cada país/cidade. Nós só tínhamos 11 dias disponíveis, e ficaram distribuídos da seguinte forma: 3 noites em Praga, 3 noites em Viena e 3 noites em Budapeste, Bratislava reservei apenas algumas horas para conhecer a cidade.

Depois de decidido os dias que vão ter para a viagem é altura de marcar os bilhetes de Avião.

Bilhetes de Avião

Fizemos Lisboa-Praga e Budapeste-Lisboa pela TAP.

Na altura que marcamos os voos ainda existia voo directo de Budapeste-Lisboa, entretanto essa rota foi suprimida. A alternativa foi fazer Budapeste-Frankfurt pela Lufthansa e depois Frankfurt-Lisboa pela TAP.

Apesar do stress de termos que alterar os planos iniciais, no final até calhou bem, assim aproveitamos para conhecer mais uma cidade que não conheciamos (uma vez que a escala era de 6 horas deu para sair do aeroporto e conhecer um pouco a cidade.)

Alojamento

Depois dos bilhetes de avião adquiridos é altura de marcar o alojamento. Nós decidimos alugar apartamentos, assim podíamos fazer algumas refeições e poupar algum na alimentação. Para reservar utilizamos o booking e o airbnb.

Em Praga ficamos nos Apartments Pushkin

Em Viena alugamos um apartamento através do Airbnb (este)

Em Budapeste ficamos Bebop Opera Apartments

Foram todos excelentes, mas vou fazer um post com mais pormenores de cada um.

Deslocações entre os Países 

Todas as deslocações entre os países foram feitas através de comboio. Um mês antes da viagem comecei a ver os horários e estações dos comboios, até que me apareceu um aviso sobre o dia que pretendia fazer a viagem de Praga-Viena ser bastante concorrido e já haver poucos bilhetes disponíveis. Assim sendo, para não arriscar a ficar sem passagem de comboio para o dia que pretendia decidi comprar os bilhetes online.

As viagens Praga-Viena e Viena-Bratislava foram compradas através da operadora OBB. Os comboios desta companhia são bastante confortáveis com ar condicionada e wi-fi.

O site é bastante simples de utilizar. Do lado esquerdo do site carregamos onde diz OBB e carregamos na opção “English”, para o site ficar em inglês (caso não percebam alemão). Na mesma coluna aparece a opção “Book Ticket Now” (a vermelho) e vamos ser reencaminhados para outro separador.

Sem título

Nesta página, do lado esquerdo, podemos criar a nossa conta (Create OBB account now), ou podem fazê-lo no final do processo de compra.

fhfh

Colocar o local de partida e do destino, o dia e hora que se pretende e aparecem as opções disponíveis, depois é só escolher o trajecto que se pretende (atenção ao escolher o percurso, pois nem todos são directos).

gdg

Depois de seleccionado o percurso e a hora que pretendem, vai aparecer uma página para colocarmos o primeiro e último nome do passageiro e de seguida aparece a seguinte página:

1

Depois é só carregar onde diz “Add to Basket”.

E escolher o modo como pretendemos pagar. Depois do pagamento efectuado os bilhetes são enviados para o nosso e-mail, depois é só imprimir e apresentar ao fiscal no comboio 🙂 Super simples 😉2

O bilhete de Bratislava para Budapeste não foi possível comprar online porque a companhia Eslovaca (www.slovakrail.sk/) não vende bilhetes internacionais através do site. Comprei quando cheguei a Bratislava e não houve qualquer problema. O bilhete não tinha horário, por isso, podíamos ir em qualquer comboio, o que nos deixou mais confortáveis, assim podíamos conhecer a cidade descontraidamente sem a preocupação que a determinada hora tínhamos que estar na estação de comboios.

Outro pormenor que devemos ter atenção ao comprar os bilhetes é  em relação às estações. Em algumas cidades existe mais do que uma estação, e devemos ver qual é a mais próxima do centro ou do nosso hotel. Deixo aqui os nomes das estações centrais onde desembarquei:

  • Praga – Praha Hlanvi Nadrazi ou Praha hl. N.
  • Viena – Hauptbahnhof ou Hbf
  • Bratislava – Hlavná Stanica ou Bratislava hl. st.
  • Budapeste – Keleti Railway Terminal

Os percursos de comboio que fizemos ficaram distribuídos da seguinte forma:

Praga – Viena / Viena – Bratislava / Bratislava – Budapeste

Autocarro

Estes percursos também podem ser feitos através de autocarro, se comprado com antecedência fica ligeiramente mais económico do que de comboio. Mas as paragens não eram tão centrais como as do comboio, e como gosto de viajar de comboio, decidi fazer todos os percursos dessa forma 😉

Deixo-lhes as empresas que pesquisei: Studentagency e Orangeways e pelo que li diziam que eram muito confortáveis, com ar-condicionado, wi-fi e serviço de café.

Aeroporto – Como ir/ou chegar ao centro

De Praga utilizei o Airport Express para chegar ao centro, das opções disponíveis achei que era a mais viável, a nível de custo/benefício.

Os autocarros do Airport Express encontram-se à saída do aeroporto, são fáceis de encontrar. Partem de meia em meia hora, e demoram cerca de 33 minutos a chegar ao centro de Praga. Fazem 3 paragens, e a última é na estação central de comboios, foi nessa que saí.

Custo: 60 CZK (Cerca de 2€). O bilhete pode ser comprado directamente ao motorista.

Do centro de Budapeste para o aeroporto também é bastante simples de chegar, através de transportes públicos.

De metro seguir para a estação Kobánya-Kispet (Linha M3), que é a última desta linha. Ao sairmos da estação existem indicações para o aeroporto, mas essas placas indicam o local para apanhar o autocarro para o aeroporto. O autocarro é o numero 200E. Faz diversas paragens, mas a última é mesmo em frente ao aeroporto.

Todo este percurso leva cerca de 1 hora.

O bilhete para o autocarro que nos leva ao aeroporto é o mesmo que usamos para os transportes públicos utilizados na cidade. Tinha adquirido um bloco de 10 bilhetes para andar de metro durante a minha estadia na cidade, e como não tinha utilizado todos acabei por não comprar mais nenhum para ir para o aeroporto.

Caso tenham que comprar o bilhete este percurso sairá por 700 Florins (Bilhete Metro 350 HUF + Autocarro 350 HUF), o que dá pouco mais de 2€.

Esta entrada foi publicada em Áustria, Bratislava, Budapeste, Eslováquia, Hungria, Praga, Republica Checa, Viena com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Dicas práticas Praga-Viena-Bratislava-Budapeste: Como organizar a viagem

  1. Pingback: Praga: Dicas Práticas | Diario de Bordo da Gi

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s