Kasbah Taourirt

Tínhamos apenas uma manhã em Ouarzazate, por isso, bem cedo despedimo-nos do simpático e prestável staff do Riad Rita e fomos conhecer um pouco da cidade.

A primeira paragem foi no Kasbah Taourirt, que é um dos mais importantes de Ouarzazate, e o segundo melhor preservado do país.
DSCN7708Mas afinal o que é um Kasbah? São fortificações típicas do norte de África e eram o local onde as populações se protegiam de invasões e ataques, mas também onde podiam proteger-se de tempestades de areia, assim como, de outras intemperes climáticas.

DSCN7809Os Kasbab são feitos de adobe (massa que mistura argila, estrume e palha) e que depois são secos ao sol, e podem durar séculos. Este género de construção funciona como isolamento térmico, dessa forma permite que a temperatura do interior da habitação seja sempre agradável, independentemente da temperatura exterior.

DSCN7788

O Kasbah de Taourirt foi construído no século XVIII e foi um dos palácios do paxá El Glaoui, que foi um dos célebres líderes políticos de Marrocos, da primeira metade do século XX.
DSCN7709

Assim que entramos no Kasbah vários guias “ofereceram-nos” os seus serviços, mas achamos que a quantia que nos estavam a pedir era um pouco elevada, além do mais tínhamos apenas cerca de uma hora para visitar este kasbah, por isso, não podíamos perder muito tempo…

DSCN7725

O interior do Kasbah é um verdadeiro labirinto. Todos os espaços estão vazios e sem qualquer informação ou explicação, o que tornou a visita um pouco decepcionante, uma vez que não compreendi o que eram e para que serviam os espaços que ia percorrendo…

DSCN7726

Quem visitar este kasbah com tempo recomendo que contrate um guia, para tentar perceber melhor a história deste lugar.
DSCN7737A escadaria labirintica vai dando acesso a salas com diversos tamanhos, umas maiores outras mais pequenas, umas apenas com as paredes, sem qualquer decoração nas mesmas, mas todas elas tinham janelas pequenas e bem baixas.

DSCN7753

Das janelas do Kasbah temos uma vista privilegiada para a cidade assim como para o palmeiral.

DSCN7736

Depois de percorrermos diversas salas sem muito para ver, chegamos a uma parte onde as divisões ostentavam tectos de madeira bastante trabalhados e com cores bem vivas.

DSCN7775

DSCN7742

DSCN7733

E é impossível não soltar um “Uau” ao admirar todo aquele trabalho minucioso.

Além dos tectos, algumas salas tinham as paredes decoradas com azulejos bem coloridos.

DSCN7765Numa das salas, havia um grupo com guia,  eu colei-me a esse grupo e ouvi um pouco da explicação, ele disse que os azulejos eram portugueses, será?! Não encontrei nenhuma informação que confirmasse isso…

DSCN7797

Para entrarmos neste kasbah tivemos que desembolsar 20 Dirham  (cerca de 1,90€).

Esta entrada foi publicada em Marrocos, Ouarzazate com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s