Gent

Gent foi a grande responsável por esta viagem à Bélgica. Se o desejo de ir a Brugge já era grande, quando descobri esta encantadora cidade, que fica muito perto de Brugge, não consegui adiar mais uma visita a este país 🙂

A cidade de Gent fica a quase 50 Km de Brugge. E há cerca de dois comboios por hora, que fazem a ligação entre estas duas cidades e levam, mais ou menos, uns 30 minutos a fazer a ligação.

DSCN2981

 A estação de comboios de Gent fica um pouco distante do centro histórico, são cerca de 2,5 Km de distância. Por isso, a melhor forma de lá chegar é através do eléctrico.

Ao sairmos da estação de comboios encontramos, no lado esquerdo, o terminal de autocarros, e é de lá que parte o eléctrico nrº 1, que vai em direcção ao centro.

Assim que saímos da estação vimos um eléctrico parado, desatámos a correr, para tentar apanhá-lo, mas depois lembrámo-nos que ainda tínhamos que comprar os bilhetes… Entretanto o eléctrico partiu…DSCN2528Os bilhetes compram-se nas máquinas, que estão mesmo junto às paragens dos eléctricos. Quando estávamos a tentar perceber como adquirir o bilhete, apareceu outro eléctrico, entretanto a máquina devolveu-nos o dinheiro e não imprimiu os bilhetes, e deixou de ficar operacional…. Fomos a correr para outra máquina, que estava um pouco mais distante e lá conseguimos comprar o bilhete, mas entretanto o eléctrico arrancou… 🙂

O preço do bilhete foi 1,20€.

DSCN2527

Esperamos um bocado e conseguimos, finalmente, entrar no eléctrico. 🙂

Desembarcamos em Korenmarkt, e quando saímos do eléctrico demos de caras com o lindíssimo edifício da igreja de S. Nicolau (Sint-Niklaaskerk).

– Igreja S. Nicolau

DSCN2972A arquitectura desta igreja é impressionante e fez-me lembrar muito a catedral de Notre Dame, em Paris.

DSCN2534

Esta igreja foi construída no século XIII e é dedicada ao padroeiro dos mercadores.

DSCN2565

O acesso a esta igreja é gratuito, e vale a pena “perdermos” alguns minutos para entramos aqui, pois o seu interior é lindo.

DSCN2560

Mesmo ao lado da Igreja de S. Nicolau encontra-se o Belfort.

– Belfort

E já que ontem não tínhamos conseguido aceder ao Belfort de Brugge, também não queríamos perder a oportunidade de subir a este Belfort, por isso decidimos fazê-lo logo.

DSCN2576

Esta torre, com mais de 90 metros de altura, que termina com um dragão dourado, foi construída no século XVI.

DSCN2631

Para além da torre de vigia, do carrilhão com 52 sinos, este é o local ideal para obtermos uma vista privilegiada sobre a cidade de Gent.

DSCN2628

Para aceder a esta torre temos que pagar 6€.

Fiquei super feliz quando soube que era possível aceder ao topo da torre através de elevador 😀

Apesar de ter elevador é possível fazer a subida através das escadas e, claro que o Sérgio reclamou que queria ir pelas escadas, mas disse-lhe que eu ia pelo elevador e esperava por ele lá em cima… E, como é óbvio, ele subiu comigo no elevador 🙂

DSCN2617

É possível parar em três andares, onde podemos visualizar (e tocar) nos vários sinos, e também está exposto (mas não podemos tocar) o mecanismo que faz com que o relógio funcione e por sua vez, os sinos toquem.

DSCN2607 DSCN2592

Depois de termos deslumbrado as fantásticas vistas sobre a cidade, no cima da torre, descemos e fomos até à Catedral de S. Bavo, que fica mesmo ao lado de Belfort.

– Catedral de S. Bavo

DSCN2676

Infelizmente a sua fachada estava em obras, mas isso não impediu a nossa entrada. O acesso a esta catedral é gratuito, mas se quisermos ver a obra “The Adoration of the Mystic Lamb”, temos que pagar 4€.

DSCN2651

A St. Bavo Cathedral é a igreja mais majestosa de Gent.

DSCN2656Esta catedral tem um belo interior, com uma impressionante colecção de arte sacra.

DSCN2642

DSCN2669

De seguida fomos em direcção à Ponte Sint-Michielplein, de onde temos uma privilegiada vista sobre as Ruas Graslei e Korenlei. Consideradas uma das mais bonitas de Gent.

DSCN2682

Estava a ser montado um enorme palco no canal, pelo que percebi, durante o fim de semana ia acontecer um evento qualquer. Devido à montagem do palco não consegui apreciar na totalidade a beleza destas duas ruas, que estão divididas por um canal.

DSCN2686

Não sei se foi devido ao evento que ia acontecer, se normalmente a cidade já é cheia de vida, mas este canal estava cercado de jovens, ora nas esplanadas dos cafés, ou sentados junto ao canal a desfrutar do lindo dia de sol. Achei esta cidade cheia de vida e alegria.

DSCN2706

Neste antigo porto medieval, hoje em dia, é de onde partem os barcos turísticos, para os passeios pelos canais.  DSCN2700  DSCN2708

DSCN2960

Daqui seguimos em direcção à Praça Groentenmarkt.DSCN2720

– Groentenmarkt

Nesta praça estava a realizar-se um mercado com produtos biológicos, que acontece todas as sextas.

Existem três coisas que são imperdíveis, nesta praça, o Groot Vlesshuis, trata-se de um armazém onde estão pendurados presuntos no tecto.

DSCN2726O Neuzen, que é um doce típico de Gent, mais conhecido como o nariz de Gent. São feitos à base de framboesa e são vendidos num carrinho ambulante.

Não quis perder a oportunidade de experimentar este doce, e apesar de ser muito doce, gostei! 😉

DSCN2727

E atrás do carrinho ambulante, que vendia os narizes de Gent, encontra-se a Tierentey-Verlent, que é uma fábrica de mostarda belga que segue ainda a receita original.

Ao lado da fábrica de mostarda, encontramos uma pastelaria que vendia baguettes e fatias de pizza, e como a fome já começava a apertar decidimos almoçar por lá. E foi a escolha mais acertada, tanto a pizza, como as baguettes, estavam deliciosas. (Ou talvez tenha sido a fome que já era grande… 🙂 )

Depois de alimentados, atravessamos a ponte em direcção ao Castelo Gravensteen.

DSCN2740Nesta ponte também partem passeios de barco, pelos canais.

– Castelo de Gravensteen

O exterior do castelo estava em obras (Óbvio! Há sempre algo em obras quando vou viajar 🙂 ). E mesmo no interior havia algumas partes também em obras, mas nada que impedisse a visita.

DSCN2752

DSCN2765

DSCN2759

A melhor vista para o exterior do castelo é da ponte sobre o canal.

Mas não nos ficamos apenas pelo exterior do castelo, decidimos pagar os 10€ de entrada, e ver o seu interior.

Este castelo medieval do século XI, foi reconstruído em 1180, por ordem de Philip de Alsacia, para mostrar o seu poder.

DSCN2786Dentro do castelo encontra-se o museu da tortura.

DSCN2823

E é muito impressionante ver todos aqueles objectos e tentar visualizar como eram utilizados. E não é preciso usar muito a imaginação, pois além de imagens a ilustrar os objectos de tortura em acção, existem também textos, a explicar como eram utilizados.

DSCN2831Aqui também se encontra uma guilhotina original.

DSCN2820Do alto do castelo obtemos umas vistas fantásticas sobre a cidade.DSCN2850Mas à hora que fomos o sol estava mesmo de frente para o centro da cidade, o que não permitiu tirar fotos sem ficarem “queimadas”. Mesmo não tendo ficado com fotos dignas, ficou tudo registado dentro da minha cabecinha, a vista sobre aquelas casas pitorescas, as torres altas das igrejas, os canais, as diversas pontes…

Dentro de um castelo, com toda aquela vista à minha frente, senti-me como se tivesse a viver um conto de fadas 🙂

 DSCN2802

Quando saimos do castelo seguimos em direcção à rua Kraanlei.

Fiquei apaixonada por esta parte da cidade, as fachadas das casas muito bem cuidadas, junto ao canal haviam várias flores a decorar, pormenores que tornam esta rua cativante.

DSCN2733DSCN2860Passeamos muito calmamente ao longo desta rua, para absorver todos os pormenores encantadores.

DSCN2865

 Quando chegamos à zona de Patershol, aventuramo-nos pelas suas ruelas estreitas…

DSCN2876  E encantamos-nos pelos seus prédios e pormenores.

DSCN2885

Depois de termos caminhado por Patershol District, seguimos em direcção à praça Vrijdagmarkt.

– Vrijdagmarkt

No centro desta praça encontra-se uma estátua de Jacob Van Artevelde, um lider da cidade. Nesse dia tinha um yoyo na mão, e uma máscara colada à cara…

DSCN2924Todos os prédios que circundam esta praça são bastante antigos, mas todos muito bem conservados.

DSCN2930DSCN2928

Nesta praça existe um bar muito conhecido, o Dulle Griet.

DSCN2897

Além das inúmeras cervejas belgas disponíveis neste bar, ao pedirmos a cerveja Max, temos que tirar o sapato e entregá-lo ao funcionário do bar, que coloca-o numa cesta que se encontra pendurada no tecto, e só nos é devolvido quando acabamos de beber. Esta tradição teve inicio com o intuito de ninguém roubar o famoso copo, dedicado a esta cerveja.

Claro que não podíamos perder esta experiência e lá fomos experimentar esta cerveja, e foi o momento alto do dia para o Sérgio 🙂

DSCN2902

O que não sabíamos é que o copo desta cerveja tem uma capacidade de 1,2 Litros! Uauuu…

DSCN2918

Pedimos apenas uma cerveja para os dois, e apenas o ténis do Sérgio foi parar ao cesto 😉

DSCN2912

Passamos o resto da tarde neste bar a saborear esta bela cerveja, que por sinal é muito boa e apreciar a espectacular decoração e ambiente deste bar.

Em termos práticos, é um pouco complicado ficarmos sem um sapato… tendo em conta que levamos, mais ou menos, uma hora no bar, a beber mais de um litro de cerveja, a probabilidade de termos vontade de ir ao WC é grande… E visto que a casa de banho é no 1º andar e temos que subir umas escadas, não é muito prático irmos apenas com um sapato calçado 🙂

Esta cerveja custou cerca de 10€, mas vale cada cêntimo,  pela experiência, e pelo sabor 😀

Com a quantidade de cerveja ingerida, era melhor colocar alguma comida no estômago. Por isso, quando saímos do bar encontramos, na praça Vrijdagmarkt, uma carrinha ambulante a vender as famosas Friet (batatas fritas), era mesmo isso que nos estava a apetecer… Calorias! Souberam tãooo bem 🙂

DSCN2933Voltámos para Korenmarkt e apanhamos o eléctrico 1 até à estação de comboio, para regressarmos a Brugge.

Foi um dia muito bem passado, Gent é uma encantadora cidade, que merece uma visita numa viagem pela Bélgica 🙂

Esta entrada foi publicada em Bélgica, Gent com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s